Notícias | - 2:05 am


Volte ao primeiro amor3 min read

Entenda a importância de se manter fiel í€quele que é responsável por auxiliar você a obedecer à Palavra de Deus

Volte ao primeiro amor3 min read

Sua família, seu casamento, seus negócios, seus estudos, seu próprio corpo, nada é mais importante do que você ter dentro de si o Espírito de Deus. Foi o que destacou o Bispo Edir Macedo durante uma das edições do programa Palavra Amiga, transmitido pela Rede Aleluia.

O Bispo dá como exemplo o rei Salomão, que, apesar de toda sabedoria, riqueza e glória que possuía, caiu em pecado e perdeu tudo. Ele rejeitou a Justiça e abraçou a injustiça. “Tinha o mundo a seus pés, mas perdeu a visão espiritual. Quer dizer, no fundo ele perdeu o seu primeiro amor.”

Por ter deixado o temor ao Senhor, Salomão destruiu tudo que um dia havia construído. E seu filho Roboão, que assumiu o trono em seu lugar, seguiu o seu exemplo de rebeldia. “Você pode ser uma pessoa cheia de sabedoria, ter autoridade, condições econômicas, ter uma vida farta, mas, se você não cuidar da sua fé, virar as costas para o Espírito de Deus, então, você pode ter certeza de que vai perder tudo isso. Assim como aconteceu com os homens do passado que tiveram tudo com Deus, mas perderam, porque abandonaram o primeiro amor”, alerta o Bispo.

Quando a pessoa abandona o primeiro amor, tudo que ela faz dá errado. As escolhas dela são erradas: casa mal, vive mal, diz crer em Jesus, vai à igreja, mas é tudo em vão, pois quando o primeiro amor deixa de existir ela fica perdida, sem direção.

O Bispo esclarece que “é o primeiro amor que nos sustenta, nos dá suporte para a nossa vida, nos dá condições de ver o que os outros não veem, de prever o mal e fugir dele.”

Somente o Espírito de Deus é quem pode nos direcionar e nos convencer a ouvir e a obedecer à Sua Palavra, vivendo uma vida disciplinada e ética. Somente com Ele é possível conservar o primeiro amor e, consequentemente, a Salvação. “Se você quiser ser um sacerdote, tem que receber o Espírito de Deus”, ressalta o Bispo.

Quando a pessoa se mantém exclusivamente nas coisas de Deus, está sacrificando as suas vontades e consagrando a sua vida a Deus. Somente aqueles que de fato querem ter o Espírito da Vida dentro de si se dispõem a tal sacrifício.

O Bispo ressalta ainda que a plenitude do Espírito Santo é dada àqueles que também entregam a plenitude da sua vida no Altar.

O Espírito Santo, por fim, é o responsável pela construção de uma nova vida. “Obrigatoriamente, os nascidos do Espírito têm novo coração e novo espírito. Novo espírito significa nova mente, a mente Divina.” (I Coríntios 2.16).

Como receber o Espírito Santo?

O recebimento do Espírito de Deus significa o início de uma nova vida. Vida livre de todo e qualquer espírito imundo, de todo e qualquer problema que envolve o seu interior: traumas, complexos, mau gênio, vícios, depressão, ódio, vontade de morrer, problemas familiares, sentimentais, saúde debilitada, enfim, é uma Vida Nova

Durante sete dias, deve fixar o seu pensamento apenas sobre a Palavra de Deus, dedicando todo o seu tempo disponível à leitura do livro de Salmos

Refletir sobre o que o tem preocupado nos últimos tempos e, em seguida, orar para o Espírito Santo remover isso da sua mente, em o Nome de Jesus

Realizar um jejum de informações seculares e de programas de igrejas que não sejam a IURD

Fazer um jejum alimentar, da meia-noite ao meio-dia, de segunda-feira até domingo

Identifique e coloque no altar aquilo que está sendo um obstáculo à descida do Espírito Santo sobre a sua vida: mágoas, falta de perdão, pecados, família, namorado(a), noivo(a), bens patrimoniais, joias, enfim, qualquer que seja o tesouro que tenha neste mundo vai depositar no altar

Deve ser feito o sacrifício total, tudo por tudo: O seu tudo pelo tudo de Deus

Fonte: juliofreitas.com


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Jeane Vidal / Foto: Fotolia 


reportar erro