Notícias | - 8:00 am


“Vivia bebendo, em festas com amigos para não ver a minha real condição.”3 min read

“Vivia bebendo, em festas com amigos para não ver a minha real condição.”

Muitas vezes as atividades de uma pessoa são o retrato do que ele viveu na sua infância. Virgílio Marques, era um jovem muito nervoso, estressado e sofria com fortes dores de cabeça desde criança.

“Desde criança comecei a sofrer com fortes dores de cabeça, presenciei muitas vezes agressões físicas do meu pai contra a minha mãe, era muito triste não poder ajudá-la. Depois as agressões começaram contra mim também, tudo isso gerou dentro de mim uma revolta muito grande”, conta.

As festas e amigos são como um passatempo para quem busca algo para se refugiar, mas as coisas externas não podem preencher o vazio, nem curar a alma de alguém.

“Eu fugia dos meus problemas diariamente, vivia bebendo, em festas com amigos para não ver a minha real condição.

As dores de cabeça da minha infância ainda eram constantes, um dos motivos para que o meu rendimento escolar fosse péssimo. De tanto reclamar das dores, fui ao hospital, lá o médico transferiu-me para um psicólogo, este também me transferiu para um psiquiatra e nada resolvia”, disse.

Em busca de uma solução a mãe de Virgílio perguntou a amigos o que poderia fazer para dar um fim nas dores de seu filho, e seguindo as orientações dos amigos, eles foram parar nos lugares errados.

“Meus vizinhos indicaram um bruxo que resolveria a minha situação, a partir daquele momento tudo piorou. As dores ficaram ainda mais fortes, minha visão ficou embaçada, eu que já era nervoso consegui tornar- me ainda mais. A partir dali, eu já estava certo de que para mim não havia solução. Todas as portas em que eu batia havia uma decepção”, desabafou.

Virgílio estava tentando seguir e sobreviver com aquelas dores e também com o peso do seu passado, mas uma nova esperança brilhou e Deus enviou alguém para mostrar o poder Dele.

“Fui morar sozinho com um amigo, e a mãe dele frequentava a Universal, ele via o meu sofrimento e falou para ela das minhas dores de cabeça. Ela começou a orar por mim e também a fazer correntes pela minha cura, certo dia, meu amigo perguntou-me como eu estava e se as dores tinham diminuído, eu disse que sim, foi impossível não ser tocado pela fé daquela mulher”, conta.

Sempre há uma oportunidade para aqueles que decidem se entregar a Deus.

Virgílio decidiu abrir mão de todas as suas mágoas e feridas do passado para conhecer a Deus.

“Fui até à igreja e comecei a participar das reuniões assiduamente. Fui curado das dores de cabeça, fui livre do peso da mágoa e das lembranças tristes do meu passado. Tudo mudou, de dentro para fora. Hoje eu sou um novo homem, Deus me transformou. Encontrei a verdadeira felicidade estando na presença de Deus”, finalizou.

“Vivia bebendo, em festas com amigos para não ver a minha real condição.”

Encontre uma Universal mais perto de você. 


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Redação  


reportar erro