Notícias | - 3:05 am


“Vigília do Regate com a Cura dos Vícios” reúne cerca de 70 mil pessoas no Rio de Janeiro3 min read

Evento aconteceu no Sambódromo da Marquês de Sapucaí. Saiba como foi

“Vigília do Regate com a Cura dos Vícios” reúne cerca de 70 mil pessoas no Rio de Janeiro3 min read

Na noite do dia 18 de agosto último, uma sexta-feira, cerca de 70 mil pessoas estiveram presentes no Sambódromo da Marquês de Sapucaí, oficialmente chamado de Passarela Professor Darcy Ribeiro, no bairro de Santo Cristo, zona central do Rio de Janeiro, para participar da “Vigília do Resgate com a Cura dos Vícios”. O evento teve como propósito reunir pessoas dominadas pelos vícios, entre outros males, e que estavam dispostas a buscar a transformação de suas vidas.

O encontro contou com a presença especial do bispo Marcello Brayner, responsável pela Força Jovem Universal (FJU) em todo Brasil, que abriu a Vigília cantando, além do bispo Sergio Corrêa, responsável pelo grupo de obreiros em todo o País; bispo Jadson Santos, responsável pela Universal no estado do Rio de Janeiro, e bispo Rogério Formigoni, que realizou o Tratamento da Cura dos Vícios no dia.

Clamor pela paz

No início da reunião, o bispo Jadson Santos usou o versículo de 2 Crônicas 7:14 (“E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.”) para falar da importância de se fazer um clamor a Deus. Após a explicação, ele orou para a violência no estado do Rio de Janeiro cessar. “Vamos pedir a Deus para que sare a nossa terra”, disse ele.

Na ocasião, foi feita também uma apresentação do grupo de balé do Projeto Cultura, da Força Jovem Universal (FJU). Durante a coreografia, uma das bailarinas, Gabriela Gomes, encenou justamente o filho perdido que decide voltar para Jesus.

Cura dos Vícios

“Vigília do Regate com a Cura dos Vícios” reúne cerca de 70 mil pessoas no Rio de Janeiro

Um dos maiores quadros de destruição das famílias e um problema do século tem sido o vício, seja ele por bebidas ou drogas. Por isso, um dos marcos da vigília foi a realização do Tratamento da Cura dos Vícios, que foi dirigida pelo bispo Rogério Formigoni (foto acima).

“Há quem pense que vício é só atração por drogas ilícitas, mas, na verdade, é todo ato repetitivo que lhe prejudica”, salientou.

Durante a reunião, muitos tiveram uma experiência com Deus. “Após ter permitido que a mágoa penetrasse em meu coração, me afastei da presença de Deus e então fui de mal a pior. No mundo fiz tudo 10 vezes mais do que fazia antes de me converter, inclusive entrar para o mundo dos vícios e me relacionar com outros homens. Procurava, nas baladas, preencher o vazio que me consumia. Mas, no fundo eu sabia que somente Deus poderia me completar. O orgulho não me deixava voltar e muito menos pedir ajuda. Eu recebi vários convites para vir na vigília, mas relutei muito. Até que aceitei vir e, hoje, por infinita misericórdia, eu pude encontrar a verdadeira alegria, que é o Senhor Jesus”, disse Carlos André, que já foi obreiro da Universal e esteve presente na vigília.

Para saber sobre as ações que a Universal realiza frequentemente em todo o País, clique aqui.


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Débora Picelli / Fotos: Cedidas 


reportar erro