Notícias | - 3:00 am


Universal em Moçambique ajuda albinos2 min read

Portadores da condição genética rara recebem apoio social e espiritual. Veja como foi

Universal em Moçambique ajuda albinos2 min read

O albinismo é uma condição genética rara caracterizada pela ausência completa ou parcial de pigmento na pele, cabelos e olhos. Por isso, essa parcela da população os possui muito mais claros, o que exige cuidados constantes.

O sol é o principal vilão, já que a falta de melanina os faz mais suscetíveis a queimaduras solares e câncer de pele. Problemas oculares também são comuns.

Não bastasse terem de enfrentar os cuidados com o próprio organismo, muitos albinos têm de encarar o preconceito e o risco de serem mortos. Em muitos países africanos, como a Tanzânia e Moçambique, há a crença de que eles são amaldiçoados ou que partes de seus corpos têm poderes mágicos para serem usados em rituais de magia negra. Assim, muitos são assassinados, rejeitados desde o nascimento ou mutilados.

Sabendo dessa situação, voluntários da Universal em Moçambique se preocupam em oferecer apoio social e espiritual aos albinos.

Universal em Moçambique ajuda albinos

“A Universal e a ALBIMOZ (Associação de Defesa dos Albinos) celebraram uma parceria onde a igreja se dispõe a prestar ajuda com produtos alimentares, vestuário, produtos de higiene, dentre outros”, conta o bispo Luiz Moraes, responsável pelo trabalho evangelístico no país.

Ele acrescenta que transmite mensagens para ajudar a desmistificar o preconceito em torno dos albinos. “Promovendo palestras de consciencialização contra discriminação, orações constantes e mensagens de fé, fazemos com que eles encontrem conforto, paz e tranquilidade em cada templo”.

“Cuspiam em mim por ser albino”

Universal em Moçambique ajuda albinosO estudante Félix Zinessa, de 19 anos, (foto acima) sabe bem o que é sofrer preconceito pela cor de sua pele. Ele mora na zona norte do país e teve a vida marcada pelo sofrimento e discriminação. “Na rua, muitas vezes, as pessoas cuspiam em mim; em casa, minha família me olhava como um nada. Por causa disso me envolvi muito cedo no vício do álcool”, lembra.

Para piorar, por ter a pele sensível, ainda enfrentava problemas de saúde. “Praticamente cresci em hospitais e meus pais não tinham condição para cuidar da minha saúde. Tinha muitas feridas no rosto, que até hoje deixaram marcas”, diz.

Mas sua situação mudou ao conhecer a fé inteligente, em 2012, pregada na Universal. Lá ele recebeu as palavras de ânimo e fé que precisava para transformar a própria história.

“Recebi conforto por parte dos pastores, bispos, obreiros e membros, que acreditaram em mim. Fui livre do vício e sou exemplo de superação”, afirma. Hoje, o jovem atua como obreiro da igreja e comemora a vitória sobre os problemas físicos e os complexos de inferioridade.

“A minha família passou a ter orgulho de mim, já não tenho medo de sair na rua, as pessoas me tratam com respeito. Sou albino, sim, com muito orgulho, porque tenho Deus”.

Universal em Moçambique ajuda albinos


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Rafaella Rizzo / Fotos: Cedidas 


reportar erro