Notícias | - 12:05 am


“Um erro médico não mudou a minha história”4 min read

Janice Alves foi encaminhada a uma cirurgia sem o preparo necessário e quase perdeu a vida

“Um erro médico não mudou a minha história”4 min read

Um estudo realizado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e pelo Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) mostrou que, em 2015, cerca de 434 mil pessoas podem ter morrido em decorrência de erros médicos. Ou seja, a cada três minutos, dois brasileiros podem ter morrido por esse motivo no ano passado.

De acordo com o estudo, são os erros, a negligência e a baixa qualidade do serviço que podem trazer consequências fatais aos usuários do sistema de saúde no País.

A autônoma Janice Alves (foto acima), de 51 anos, é um exemplo de superação. Ela ficou entre a vida e a morte por causa de um descaso médico.

Por ter um trabalho corrido e agitado, ela sentia muitas dores nas pernas. Enquanto acompanhava o esposo no hospital, ela continuava com as dores. De tanto se queixar do incômodo nas pernas, uma enfermeira sugeriu que ela fosse atendida por um angiologista, para verificar se as dores eram causadas por varizes.

Na consulta, o médico indicou uma cirurgia para o tratamento das varizes.

Como era um procedimento simples, Janice aceitou fazer a cirurgia. Dois dias após o procedimento, ela começou a ter mais dores nas pernas, além de dores de cabeça e tontura. Não demorou muito e ela já não conseguia andar direito. Ao retornar ao médico, ela fez alguns exames e descobriu que estava com uma trombose aguda. A trombose é a formação de coágulos dentro das veias, que impedem a passagem de sangue e oxigênio para o corpo e podem causar danos em várias partes do corpo.

O médico internou Janice imediatamente, pois o seu estado era grave. Após três dias recebendo medicação, ela ficou com falta de ar e perdeu a consciência momentaneamente. Quando acordou, já estava respirando com a ajuda de aparelhos. Seu estado estava piorando de tal maneira que ela não conseguia falar. Estava paralisada e usava fralda. A trombose evoluiu para uma embolia pulmonar.

“Quando eu tive a crise respiratória, os médicos chamaram toda a minha família para me ver. Eles não tinham esperança, disseram que não tinha mais jeito”, conta. Após a dificuldade de respiração, ela teve uma parada cardiorrespiratória, seus batimentos zeraram, ela foi ressuscitada e voltou.

Ela passou mais de 55 dias no hospital. Nesse tempo, teve cinco ataques cardíacos e três paradas respiratórias. As pernas estavam roxas e doíam muito. “Era horrível ficar ali. Eu via todos os dias pessoas com embolia pulmonar morrendo ao meu lado”, lembra.

Para reverter essa situação, ela passou a praticar o que tinha aprendido nas reuniões de cura da Universal. Enquanto Janice estava no hospital, seu esposo, que já estava recuperado, frequentava as reuniões de cura.

“Pedi para o meu marido trazer um rádio portátil, para que eu ouvisse a programação da Universal. Foi o que ajudou a fortalecer mais a minha fé. Eu orava ali na cama, pedia a Deus para me tirar daquela situação, pois eu não aceitava o que estava acontecendo comigo”, diz.

Janice perdeu nove quilos e ficou bem debilitada. Todos os dias ela tomava duas injeções para desfazer os coágulos.

Com fé e perseverança, ela se fortalecia. Aos poucos, o seu quadro começou a reverter. Não demorou e ela começou a respirar sem a ajuda de aparelhos. Logo ela voltou a dar alguns passos pelo corredor do hospital. “Eu passeava pelo quarto e passava fé para as pessoas que estavam perto de mim”, relata.

Depois desse tempo, ela recebeu alta. Janice relata que a cirurgia inicial não era necessária, pois existiam outros tratamentos para o seu problema. Além disso, ela não recebeu a medicação necessária no pré-operatório, que preveniria a trombose. Por meio da fé, Deus fez um milagre. Quando os médicos viram seus novos exames, eles ficaram surpresos. A saúde de Janice foi restaurada. A partir de então, ela não precisou tomar mais nenhum medicamento.

Muitas pessoas fazem e recebem orações para tratar doenças incuráveis nas reuniões de cura e libertação da Universal. As correntes acontecem todas as terças-feiras, em todo o Brasil. Veja o endereço da Universal mais próxima em universal.org/enderecos


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Da Redação / Fotos: Jefferson Moura  


reportar erro