Notícias | - 8:00 am


“Tentei o suicídio por 2 vezes”2 min read

Felicidade e paz preenchem o coração de Lucélia, hoje é uma mulher realizada, mas o seu passado foi marcado por depressão, ódio e angústias. Conheça a sua história.

“Tentei o suicídio por 2 vezes”

Eu era uma criança extremamente agressiva, vivi momentos de muita angústia e tentei o suicídio. Desde os meus 7 anos de idade, eu já sofria de insônia. As noites mal dormidas acabaram prejudicando o meu aprendizado na escola e por ser uma criança muito agitada sempre estava envolvida em brigas com agressões físicas.

Em um momento de desespero, onde não via solução para os problemas que estava vivendo, pensei, pela primeira vez, em acabar com tudo, acreditando que assim teria a paz que tanto desejava.

Estava vivendo um momento onde nada fazia sentido, vivia triste, angustiada e vazia. Apesar de ter um bom trabalho e um relacionamento onde era tratada com respeito e carinho, isso não era o suficiente para preencher o vazio e a dor que sentia no peito, eu estava em uma depressão profunda.

Na tentativa de resolver essa situação, decidi mudar de cidade, ter um trabalho diferente e fazer novos amigos. Eu pensava que os problemas e as insatisfações que tinha era por causa da mesmice em que vivia. Por um tempo foi maravilhoso, mas quando a minha vida caiu na rotina novamente os problemas ficaram maiores, e agora sozinha, longe de casa e da família eu comecei a sentir algo que, até o momento não havia sentido, o abandono. Eu estava literalmente sozinha nesse mundo.

Foi então que planejei a segunda tentativa de tirar a minha vida, escrevi uma carta de despedida, escolhi o lugar e a hora para por um fim a tudo! No dia seguinte fui para estação com o plano de me jogar na linha do trem, mas Deus usou uma mulher para impedir que eu fizesse isso. Voltando para casa e pensando em tudo que poderia ter acontecido comigo, sentei na frente da minha casa e fiquei por um bom tempo refletindo, tentando encontrar uma solução para minha vida.

Em meio ao desespero, o socorro chegou em forma de convite, era um folheto já envelhecido que estava no chão, eu reconheci o símbolo da igreja, era um convite para a inauguração de uma Igreja Universal próxima da minha casa. A minha mãe já frequentava a Universal e lembrei-me que lá acontecia muitos milagres, então eu decidi fazer uma visita.

Aquele dia não foi apenas a inauguração da igreja, foi o começo de uma nova história. A paz que por tanto tempo busquei, eu encontrei em Deus. Hoje, tenho tudo que preciso, o vazio que tentei preencher com amigos, trabalho, lugares só foi preenchido com quem tem capacidade para isso: Deus.

Antes os maus pensamentos dominavam a minha vida, mas hoje graças a Deus estou livre da depressão, tenho paz e a certeza de que Deus vive em mim!

Lucelia Coronel

Everett, MA


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Redação  


reportar erro