Notícias | - 2:05 am


Templo Maior transforma região de Curitiba5 min read

A estrutura moderna e ampla trouxe revitalização para o bairro Rebouças, na capital paranaense

Templo Maior transforma região de Curitiba5 min read

A capital do Estado do Paraná, Curitiba, é uma das inúmeras cidades em que a Universal atua para levar aos sofridos uma palavra de fé e salvação. No final de 1980, a Igreja inaugurou seu primeiro templo na cidade, que funcionava na rua Doutor Muricy, no centro da capital. De lá para cá, a Universal cresceu. E o trabalho não parou. Prova disso é a construção da nova catedral, com uma ampla e moderna estrutura, que tem inauguração prevista para dezembro deste ano. As obras começaram em setembro de 2014, em uma das principais avenidas da cidade, a Presidente Getúlio Vargas, no bairro Rebouças, região central de Curitiba.

Os benefícios proporcionados pelo projeto estão muito além da beleza e do conforto oferecidos. Exemplo disso é que a construção, desde o seu início, gerou muitos empregos. Ao todo, foram 905 trabalhadores envolvidos diretamente na obra, além de outros 6 mil envolvidos indiretamente.

Agora, com o término das obras, estima-se a contratação de aproximadamente 135 funcionários para a formação da equipe de trabalho nos mais diversos setores: TV, rádio, segurança do trabalho, limpeza e manutenção, entre outros.

Para se ter uma ideia da grandiosidade do local, basta dizer que a Catedral atual conta com 60 funcionários, menos da metade do número de profissionais necessários para o pleno funcionamento da nova Igreja do bairro Rebouças.

Modernidade

Templo Maior transforma região de CuritibaO Templo Maior também atende requisitos de sustentabilidade. O local conta com dois grandes painéis de divisórias retráteis, que separam as poltronas em três blocos, para que os gastos com luz e ar-condicionado sejam reduzidos.

No fundo do altar haverá uma réplica menor da Arca da Aliança, como a do Templo de Salomão, que será instalada próxima ao batistério. Uma central de água quente composta de placas de aquecimento solar foi construída para o reaproveitamento da água quente do sistema de ar-condicionado e da instalação de gás.

Também está prevista a reutilização da água proveniente das chuvas, para a irrigação dos jardins e atendimento aos banheiros públicos, o que vai gerar economia e benefícios ao meio ambiente.

A Universal também se preocupou em seguir rigorosamente as leis, os regulamentos e as exigências administrativas exigidas pelo município de Curitiba, para atender as compensações necessárias às intervenções ambientais locais. Dentre elas, estão a execução e conclusão das obras de revitalização das praças Ryu Mizun e Professora Hildegard Schmah, além da revitalização do Bosque Martin Luthero. Essas transformações vão tornar a área ainda mais revitalizada e desenvolvida, além de valorizar o metro quadrado do bairro, que era considerado perigoso pelos altos índices de assaltos.

História

Templo Maior transforma região de CuritibaNo início da década de 1970, o bairro Rebouças passou a ser considerado uma área industrial por causa do número expressivo de empresas. Com o fechamento de muitas delas, essa realidade mudou. é o que conta o comerciante José Amaral (foto ao lado), de 63 anos, que tem uma banca de jornal e de doces ali há 25 anos. “Quando as fábricas saíram da região, as vendas caíram muito. O local ficou abandonado e perigoso. Eu já fui assaltado várias vezes. A nossa esperança é de que depois da inauguração da Igreja as coisas mudem, pois teremos mais pessoas circulando. O bairro ficará mais seguro. Estou esperando a inauguração para expandir o meu negócio. Todos os imóveis foram alugados e comprados por comerciantes visando o fluxo que haverá daqui em diante. Para mim, essa construção deu vida para o bairro e trouxe benefícios para todos.”

Roberto Damasceno, engenheiro-coordenador, falou sobre o impacto da obra. “Pela grandiosidade e sua arquitetura, a obra trouxe revitalização para a área. Escolhemos o local porque ele está próximo da antiga catedral. Além disso, somente essa área comportaria o projeto que tínhamos em mente.”

Templo Maior transforma região de CuritibaPara o montador Flávio Rogério Pereira (foto ao lado), de 32 anos, que trabalha há 13 anos nessa função, é um privilégio fazer parte da construção. “Eu já passei por várias catedrais montando poltronas. Essa é totalmente diferente de todas pelas quais já passei. A estrutura é impecável”, afirma.

O bispo Sidnei Marques, que ainda na juventude conheceu o trabalho da Universal em Curitiba e teve sua vida transformada pela fé, é o atual responsável pelo trabalho no Estado do Paraná. Ele relata a importância dessa obra para a população local. “A estrutura desse Templo Maior em Curitiba é grande e magnífica e chama atenção de todos que passam por ele. Tenho certeza de que acontecerão coisas grandes e extraordinárias na vida de todos que entrarem por essas portas. Milhares de almas serão salvas.”

Estrutura em números

Valor da obra: R$ 470 milhões

Altura: 35 metros, o equivalente a de um prédio de nove andares

Área construída: 41.407 m²

Área do terreno: 16.318 m²

Profissionais: quase 7 mil pessoas envolvidas direta e indiretamente

Frequentadores: estima-se que 140 mil pessoas passarão por mês pelo Cenáculo

Capacidade: 5.200 lugares

TV: dois estúdios

Rádio: quatro estúdios

Estacionamento: 650 vagas

Banheiro: 70 boxes

Escola Bíblica Infantil: são 16 salas que comportam 25 crianças, incluindo berçário e maternal

Além do Cenáculo, uma nave auxiliar está sendo construída para comportar os projetos sociais da Universal e as salas para reuniões. E mais um anexo de estacionamento com 200 vagas


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Maiara Máximo / Fotos: Cedidas 


reportar erro