Notícias | - 3:00 am


Templo de Salomão: da ideia à construção2 min read

Relembre o início do grandioso projeto de erguer uma réplica do edifício bíblico

Templo de Salomão: da ideia à construção2 min read

Conhecer Israel é o desejo de muitos cristãos. Também chamada de Terra Santa, o local é o berço do cristianismo e, mais do que proporcionar passeios turísticos, oferece a oportunidade de se ter uma experiência com o início da fé cristã.

Em uma de suas peregrinações ao país, em dezembro de 2009, o bispo Edir Macedo teve a inspiração para iniciar o ousado projeto de construir uma réplica do Templo de Salomão. Por que não proporcionar aos cristãos a oportunidade de estar em um pedaço de Israel no Brasil? “O objetivo é puramente espiritual. Desejo que as pessoas vejam a Santidade de Deus. A minha intenção é que, quem ali pisar, sinta o respeito, o temor, a reverência ao nosso Senhor”, explica o bispo em sua biografia, “Nada a Perder 3”.

Em julho de 2010, iniciavam-se os planejamentos para o levantamento do prédio. O local escolhido foi um amplo terreno no bairro do Brás, na zona leste da capital paulista. No dia 8 de agosto do mesmo ano, foi realizado o evento do Lançamento da Pedra Fundamental em duas reuniões: uma pela manhã e outra à tarde. Confira abaixo o vídeo do momento em que ela foi lançada:

“Acompanhei a obra em seus mínimos detalhes. Da pedra fundamental às pilastras de sustentação, das luminárias ao tecido das poltronas, das pedras da fachada ao revestimento da Arca da Aliança. Tudo foi escolhido minuciosamente por mim e meus companheiros. Sempre com consideração, cuidado, carinho”, afirma o bispo.

Curiosidades

Alguns detalhes da imensa construção de 56 metros de altura impressionam. Pedras trazidas de Israel, de uma pedreira em Hebrom, foram usadas nas paredes e no piso. Foram 40 mil metros quadrados, o suficiente para encher dez campos de futebol, de acordo com informações no livro “Nada a Perder 3”. Para o trabalho, foram designados 1,4 mil homens e utilizadas duas toneladas e meia de ferro, duas toneladas de aço e 145 mil sacos de cimentos.

Do lado direito do Templo, está o Jardim das Oliveiras, com 12 árvores importadas. Cada uma tem cerca de trezentos anos. No terreno anexo, também há uma réplica do Tabernáculo, que abrigava a Arca da Aliança. Ele possui as mesmas medidas descritas na Bíblia. As obras também não paravam em nenhum momento: elas corriam 24 horas por dia, sete dias por semana. Em quatro anos, não houve nenhum acidente grave.

Confira abaixo o vídeo mostrando a construção do Templo de Salomão desde o início até a finalização:


Gostou? Compartilhe nas redes sociais!


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Rafaella Rizzo / Fotos: Demetrio Koch 


reportar erro