Notícias | - 12:05 am


Rival não é inimigo4 min read

Pense e aja de homem para homem diante das contendas de qualquer tipo

Rival não é inimigo4 min read

Cena paulistana real e recente. Dia de final de um campeonato nacional de futebol. O atendente de uma revistaria tradicional do bairro de Pinheiros vestiu sua camisa do time considerado o favorito na decisão daquele dia, o Palmeiras. Pegou o metrô num bairro bem distante na zona leste, onde mora, rumo ao trabalho.

Até aí, nada que chamasse atenção. Eis que entra no mesmo vagão um sujeito com a camiseta do adversário histórico do clube de nosso protagonista. O Corinthians, claro.

“O corintiano olhava para mim de um jeito estranho. Devolvi o olhar. Rolou aquela tensão, sabe? Eu já comecei a preparar ‘o espírito’ para tudo, mesmo que fosse ali no metrô, no meio de todo mundo”, revelou o palmeirense.

Após tensos minutos, o torcedor do Corinthians soltou a primeira frase. “Campeão hoje, hein!”

Pegou de surpresa nosso amigo da revistaria, que respondeu após alguns segundos de silêncio: “esperamos que sim. Faz tempo que batalhamos por isso.”

E, após se sentarem lado a lado, os dois entabularam o maior papo até que se separaram em uma estação.

A atitude do rapaz do “Timão” mostrou a diferença entre um moleque e um homem. Isso não depende de time, depende da pessoa.

O moleque usa a camisa de seu time como desculpa para cometer imbecilidades – geralmente em grupo, claro, porque aos covardes parece mais fácil se sentir “macho” quando estão com a “turma”. Vandaliza, fala mais alto, briga e, infelizmente, acaba até matando por matar.

O homem propriamente dito honra o clube que escolheu. Veste aquela camisa com orgulho. Curte com os amigos os jogos, no estádio ou pela TV, mas sabe que é só diversão, por mais séria que pareça para alguns, e que há coisas mais importantes na vida. Isso sim é futebol – ou é como deveria ser.

Da mesma forma, nesses tempos de polarização quanto a tudo, um cara inteligente sabe que seu rival – um concorrente nos negócios, um adversário no esporte ou qualquer outro que tenha opiniões diferentes sobre qualquer coisa – não é seu inimigo. Beligerância deveria ser reservada somente aos tempos de guerra propriamente dita. E, mesmo assim, há como “combater o bom combate”, como bem disse o apóstolo Paulo em 2 Timóteo 4.7, segundo o Bíblia. Mesmo um soldado, diante dos inúmeros desafios de um conflito bélico, deve lutar com honra.

O princípio de tratar um adversário com respeito é a tônica de muitos esportes, inclusive os de luta. Pegou mal, por exemplo, na última Olimpíada, quando um judoca egípcio não cumprimentou seu rival israelense. Já perdeu antes mesmo de lutar. Seus próprios conterrâneos o criticaram, pois ali ele não devia pensar só em si. Ele representava o Egito inteiro no tatame, perante o mundo.

Portanto, não importa de que lado esteja em uma contenda, seja no esporte, seja em situações ainda mais sérias: lute para vencer, claro, mas lute com honra de homem, com respeito pelo semelhante – vista ele qual camisa vestir, tenha ele uma opinião diferente sobre qualquer coisa. Dessa forma, até mesmo a vitória terá outro sabor.

Saga de honra

Um bom exemplo de honrados rivais é a saga do boxeador Rocky Balboa, vivido por Sylvester Stallone em seis filmes ao longo de 39 anos. De adversário de Rocky nos ringues, Apollo Creed passou a ser seu grande amigo e entusiasta, numa parceria que entrou para a história da Sétima Arte. No filme mais recente, Creed (foto), Balboa virou mentor do filho
de Apollo.

Suas qualidades

Criticado todo mundo é, com ou sem razão. Contudo, quando você se conhece bem, sabe receber críticas de maneira positiva. Que tal, então, listar suas capacidades – e entender melhor como lidar com as atuais limitações – para ser mais ciente de comousá-las? Veja como no Desafio #3 do IntelliMen, aqui.

Hoje em dia o respeito é fundamental para que haja um bom relacionamento interpessoal. Se você é homem e deseja mudar suas atitudes, a hora é agora. Participe do projeto Intellimen e aprenda como ser um homem melhor. Para mais informações sobre o grupo clique aqui.


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Marcelo Rangel / Foto: Fotolia 


reportar erro