Notícias | - 11:25 am


“Recebi dos médicos a notícia de que tinha um problema grave”3 min read

"Recebi dos médicos a notícia de que tinha um problema grave"

Fazendo exames de rotina, Benvinda Monteiro descobriu um problema sério em sua saúde, o que foi um susto para ela e para a sua família, “Inesperadamente, recebi dos médicos a notícia de que tinha um problema grave, eu estava com um alto nível de HPV nos ovários,” disse.

Mesmo já frequentando a igreja o diagnóstico tornou-se um problema para Benvinda, que ficou triste e pensativa com respeito aos seus filhos.

“Há um ano eu estava frequentando a igreja e usando a minha fé, mas não posso negar que num primeiro momento aquela notícia me abalou, principalmente por causa das difíceis soluções que os médicos me deram,” conta.

O DIAGNÓSTICO

HPV é a sigla para Papilomavírus Humano, um tipo de vírus transmitido por via sexual. Até hoje são conhecidos 150 tipos de HPV. Alguns deles são considerados de alto risco porque podem causar câncer.

“Tive que submeter-me a vários exames, e também uma biópsia, mas a única solução que os médicos me deram era passar por uma cirurgia e tirar todos os meus órgãos reprodutores. Disseram-me que se eu não fizesse a cirurgia, provavelmente não iria sobreviver. Nesse momento, o medo e as dúvidas quiseram me abater,” desabafou.

Apesar do momento difícil, Benvinda buscou em Deus a ajuda para ser curada, ela entendia que só dEle viria o socorro que precisava.

“Deus me deu forças para lutar, e dia após dia, uma fé inabalável crescia dentro de mim, eu tinha a certeza que sairia daquela situação ainda mais forte. Foi quando os médicos disseram que se eu não aceitasse a operação teria que assinar um termo de responsabilidade, pois se algo acontecesse comigo era total responsabilidade minha, não do hospital,” relatou.

A fé não tem explicação, Benvinda estava convicta de que Deus a responderia. Assim o milagre acontece, ele começa primeiro dentro da pessoa e depois torna- se visível aos seus olhos.

“Eu estava lutando, participando das correntes às sextas- feiras, dos propósitos, mas tudo mudou quando começou uma campanha de fé especial na igreja, vi ali uma oportunidade e agarrei-a com todas as minhas forças, me lancei completamente no altar. Fiz um desafio com Deus, logo depois decidi refazer todos os exames no hospital. Antes, os médicos diziam que eu estava com grandes chances de contrair câncer, mas naquele momento reconheceram que eu estava curada,” conta.

A CURA

"Recebi dos médicos a notícia de que tinha um problema grave"Aos olhos dos homens era uma loucura, mas aos olhos da fé, Benvinda sabia que dos céus veio a sua cura. A palavra de Deus diz:

“Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.” 1 Coríntios 2:14

“Meses depois eu estava grávida e se eu tivesse feito a cirurgia que os médicos indicaram eu não poderia mais ter filhos. Porém, outros problemas surgiram, para a medicina eu teria que abortar a minha filha, mas como eu já sabia o caminho para o altar, foi lá que me refugiei e obtive a resposta de Deus. Hoje a minha filha é saudável, inteligente e eu não sofro com nenhum tipo de problema de saúde. Deus restaurou a minha vida, minha família e minha saúde. Agradeço a Ele todos os dias, pois a minha maior alegria é ter Deus na minha vida”, finalizou.

"Recebi dos médicos a notícia de que tinha um problema grave"


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Redação  


reportar erro