Notícias | - 2:05 am


Qual vontade prevalece: a sua ou a de Deus?3 min read

Só uma das duas pode reinar em sua vida. Entenda o motivo

“Quero sempre fazer a Sua vontade, meu Senhor.” Você já deve ter dito essa frase em algum momento da sua vida. Mas aí veio uma situação em que, por exemplo, você tinha que ceder a algo, mas não aceitou fazer isso. é em momentos assim que você se depara com um grande – senão o maior – desafio da vida cristã: o negar-se a si mesmo.

Se alguém quer vir após Mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-Me. Lucas 9.23

O bispo Macedo lembra que Jesus deu a Sua própria vida por nós e, mesmo sendo o Filho de Deus, fazia a vontade do Pai. E esse modelo de vida Ele fez questão de deixar registrado na oração do Pai Nosso, quando diz:

Venha o Teu reino, seja feita a Tua vontade, assim na terra como no céu. Mateus 6.10

Em outro momento, no jardim do Getsêmani, Jesus fez a mesma oração por três vezes, pedindo a Deus que passasse dEle aquele cálice. Desde que não fosse feita a Sua vontade, mas sim a do Pai (Mateus 26.36-44).

“Na hora do maior sufoco, Jesus submeteu a vontade dEle à vontade de Deus, mas nós, humanos, pecadores, queremos fazer e impor a nossa vontade custe o que custar, e essa é a razão por que muitos não dão certo em nada”, ressaltou o bispo.

“Então, o que eu tenho que fazer?” Perguntam-se muitas pessoas. A resposta é simples (não fácil): faça a vontade de Deus.

A vontade dEle para você

O bispo Macedo ressalta que muitos questionam qual seria a vontade de Deus para as suas vidas, mas não fazem o que é preciso para saber. “Você já buscou saber qual é a vontade de Deus para a sua vida? Duvido! Se você não buscou, como vai saber? Ele não mostrou qual a vontade dEle para a sua vida porque você cismou em fazer a sua própria vontade. Você ignorou ou tem ignorado a vontade dEle. Davi foi pecador tanto quanto nós, mas o seu coração era segundo o coração de Deus. Em suas orações vemos o seu prazer em fazer a vontade do Pai”:

Deleito-me em fazer a Tua vontade, ó Deus meu; sim, a Tua lei está dentro do meu coração. Salmos 40.8

De outra feita, ele diz:

Ensina-me a fazer a Tua vontade, pois és o meu Deus. Salmos 143.10

“Quando Deus chamou Israel e o fez um povo escolhido para o plano que Ele tinha da Salvação, Israel virou as costas para Ele e foi expulsa da Terra Prometida, que Deus havia prometido a Abraão. E a verdade é que quando nós resistimos à voz do Espírito Santo, nós estamos simplesmente pecando contra Deus”, conclui o bispo.

Resistindo à pessoa errada

Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Tiago 4.7

Essa é a orientação. Mas o que comumente acontece é justamente o contrário do orientado nas Sagradas Escrituras: resistimos a Deus e com isso o mal tem liberdade para agir, ao invés de fugir.

Por mais difícil que seja entender em um primeiro momento, nunca podemos esquecer que a vontade de Deus é “boa, agradável e perfeita” (Romanos 12.2). Que danos teríamos em nos submeter a ela em vez de às vontades do nosso próprio coração, que é mais enganoso do que tudo e se corrompe facilmente (Jeremias 17.9)?

Não insista com a sua vontade. Enquanto a pessoa não se rende à vontade de Deus ela não consegue sair do lugar. Não importa qual grande seja a sua fé, ficará rodando em círculos por querer fazer a própria vontade e não a do Altíssimo. Busque entender qual é a vontade de Deus para a sua vida e a coloque em prática. E isso não é perder o livre-arbítrio, mas fazer o uso inteligente dele.

Compartilhe essa mensagem em suas redes sociais.


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Núbia Onara / Foto: Thinkstock 


reportar erro