Notícias | - 3:15 am


Qual tipo de olhos você usa?4 min read

São eles que determinam a sua condição espiritual

Qual tipo de olhos você usa?4 min read

A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz; Se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes serão tais trevas!Mateus 6.22,23

Infelizmente, existem pessoas que só conseguem enxergar o lado ruim das situações, coisas e pessoas. Elas sempre têm um defeito para apontar e uma reclamação a fazer. Para elas o copo sempre estará meio vazio e nunca meio cheio.

São pessoas negativas, que têm por hábito sempre lamentar por aquilo que não possuem, quando deveriam agradecer por tudo que têm. Se são assaltadas, por exemplo, amaldiçoam a Deus, quando deveriam ser gratas a Ele por terem saído desse incidente ilesas.

O Senhor Jesus deixa claro que a nossa vida e o nosso interior dependerão de como são os nossos olhos. Se forem bons, seremos luz, se forem maus, seremos trevas. Em outras palavras: a nossa vida é resultado da maneira como nós a enxergamos. Se com os olhos carnais, limitados ao que está diante deles, ou espirituais, que enxerga com os olhos da fé.

O bispo Augusto Dias ressalta que a condição espiritual de alguém é medida pelos seus olhos. Ele cita o exemplo de Ló e Abraão. O primeiro era guiado pelos olhos físicos, enquanto o segundo, pelos olhos espirituais.

Se a pessoa usa os olhos físicos, que são cobiçosos, como foi o caso de Ló, fará a escolha errada. Porém, se a pessoa ignora os físicos e usa os olhos espirituais, então fará a escolha certa.

“Os olhos espirituais são os olhos da fé e do entendimento, enquanto que os olhos físicos são os do sentimento e da emoção. Dão certo as atitudes tomadas pelos olhos da fé; dão errado as atitudes tomadas pelos olhos da emoção”, destaca o bispo.

Visão espiritual

Abraão andava sempre com os olhos da fé e, por isso, deu a Ló o privilégio de escolher o seu melhor caminho. Assim sendo, disse a Ló: Não está toda a terra diante de ti? Eia, pois, aparta-te de mim; e se escolheres a esquerda, irei para a direita; e se a direita escolheres, eu irei para a esquerda.” Gênesis 13.9

Abraão não estava preocupado se ficaria com a pior parte, pois, por meio da fé, ele a faria ser a melhor.

“E levantou Ló os seus olhos, e viu toda a campina do Jordão, que era toda bem regada, antes do SENHOR ter destruído Sodoma e Gomorra, e era como o jardim do SENHOR, como a terra do Egito, quando se entra em Zoar. Então Ló escolheu para si toda a campina do Jordão, e partiu Ló para o oriente, e apartaram-se um do outro.” Gênesis 13.10,11

A princípio, a escolha de Ló parecia ser a melhor, a mais vantajosa. “Mais tarde, porém, constatou que a sua escolha foi terrivelmente desastrosa, porque acabou perdendo a sua mulher, a sua riqueza e, o pior de tudo, a companhia do homem de fé e amigo de Deus: Abraão. E por força das circuns­tâncias, ele acabou tendo que habitar numa caverna com as duas filhas. Cometeu incesto e gerou dois povos, os moabitas e os amonitas, que, mais tarde, vieram a se tornar inimigos do próprio povo de Deus”, explica o bispo.

Ele destaca que, quando a pessoa perde a visão espiritual, passa a ser dirigida pelos olhos físicos, que não podem ver a Deus e, consequentemente, não conseguem discernir a Sua vontade. Foram os olhos físicos de Ló que o conduziram para Sodoma e Gomorra.

Só quem tem a visão espiritual é que tem a capacidade de fugir do mal. Quando a pessoa se deixa levar pelos olhos físicos, passa a satisfazer somente os instintos da carne.

Na Bíblia, o apóstolo Paulo, orienta: “Não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas.” 2 Coríntios 4.18

Ló perdeu a visão espiritual quando se separou de Abraão, que tinha a Luz. Sem a Luz, ele caiu em desgraça. O mesmo acontece quando a pessoa abandona a fé: ela passa a ser guiada pelos olhos da cobiça, da ganância e da inveja, até que perde tudo. “E acaba tendo que morar na caverna, desgostosa da vida, desanimada, sem fé, sem esperança e sem perspectiva.”

Se, a exemplo de Ló, você perdeu a conexão com a Luz e, neste momento, se encontra numa caverna, desanimado e sem direção, ignore as circunstâncias, tome uma atitude de fé e restabeleça a comunhão com Deus.

Participe da reunião do Encontro com Deus, que acontece todos os domingos, no Templo de Salomão e em todos os templos da Universal. Consulte aqui o endereço mais próximo de sua casa.

(*) Texto baseado em publicação no blog do bispo Augusto Dias


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Jeane Vidal (*) / Foto: Fotolia 


reportar erro