Notícias | - 3:00 am


Do cachimbo à vida: livres pela fé2 min read

O Tratamento para a Cura dos Vícios oferece solução eficaz para o problema com as drogas

Do cachimbo à vida: livres pela fé2 min read

Com quatro anos de trabalho, o Tratamento para a Cura dos Vícios já resgatou mais de 100 mil vidas. O programa, que surgiu em 2013 idealizado pelo Bispo Edir Macedo, tem o objetivo incansável de ajudar os viciados e suas famílias. No entanto, ainda luta com a resistência da sociedade e dos órgãos públicos que, mesmo com resultados fantásticos, não aceitam que vício tem cura.

Atualmente, o projeto, realizado no bairro paulista de Santo Amaro, conta com mais de 300 pastores e bispos no mundo todo. O Tratamento acontece em 66 países todos os domingos às 15h e é coordenado pelo bispo Cláudio Lana.

O foco do tratamento é a raiz espiritual do vício, quando o dependente passa a ter ações repetitivas acompanhadas de transtornos que nem sempre provêm da substância. No entanto, o bispo explica que o Tratamento não é uma questão de religião. “Precisamos usar a fé com um fim proveitoso, o Tratamento desenvolveu esta técnica de cura com eficácia.”

O Tratamento conta com três etapas: arrancar a obsessão espiritual pelo vício, tentar uma mudança de comportamento e preparar a pessoa para que volte ao convívio social e enfrente os desafios da rotina. Com a continuidade dessas etapas, é impossível ter recaídas.

Reféns do crack

Do cachimbo à vida: livres pela fé

Com 28 anos de epidemia nas ruas de São Paulo, sem trégua, hoje as cracolândias são a marca registrada de uma grave problemática social e de desigualdade brasileira.

O empresário Dagoberto Cardili (foto acima) , de 52 anos, foi vítima do crack durante 15 anos. “Era um problema espiritual. Toda vez que chegava perto do local, queria ficar lá”, relembra.

Desde então, a rotina do empresário mudou. Com várias tentativas de internação, a recuperação parecia impossível. “Eu podia ficar fechado na clínica oito meses, mas meu desejo crescia. Era só ter alta e em uma semana lá estava eu usando pedra”, conta.

Cardili conheceu o Tratamento para a Cura dos Vícios por meio de uma amiga e se viu curado em pouco tempo, após as orações do bispo. “Ele orou de forma tão forte que eu passei muito mal, minhas pernas tremiam, eu entendi que aquela era a hora de mudar”, lembra. Dagoberto está livre do crack há seis meses, sem recaídas. Ele perdeu a vontade de usar droga e planeja ajudar outras pessoas por meio do Tratamento, além de iniciativas de sua empresa.

O projeto para recuperação dos viciados ainda está engatinhando, diante dos milhares de vítimas que sofrem com as drogas no Brasil e em todo mundo, mas tem sido um grande sucesso na vida de muitas pessoas que têm procurado ajuda dos especialistas.

O Tratamento para cura dos vícios acontece todos os domingos. Vá até a Universal mais próxima e entenda como você também pode ser curado


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Katherine Rivas / Fotos: Marcelo Alves e Cedidas  


reportar erro