Notícias | - 10:28 am


Pfizer e AstraZeneca são eficientes conta variante indiana Covid-192 min read

Pfizer e Astrazeneca são eficientes conta variante indiana Covid-19

Um estudo da Public Health England (PHE) descobriu que a vacina Pfizer-BioNTech foi 88% eficaz contra a doença sintomática da variante B.1.617.2 duas semanas após a segunda dose. Isso em comparação com 93% de eficácia contra a cepa B.1.1.7, que é a variante COVID dominante da Grã-Bretanha.

Uma dose dupla de vacinas COVID-19 é quase tão eficaz contra a variante de rápida disseminação do coronavírus identificada pela primeira vez na Índia quanto contra a cepa dominante da Grã-Bretanha.

Duas doses da vacina AstraZeneca foram 60% eficazes contra a doença sintomática da variante indiana em comparação com a eficácia de 66% contra a variante britânica disse o PHE.

“Estou cada vez mais confiante de que estamos no caminho certo para o roteiro, porque esses dados mostram que a vacina, depois de duas doses, funciona com a mesma eficácia (contra a variante indiana)”, disse o secretário de Saúde Matt Hancock.

A Grã-Bretanha lançou o programa de vacinação mais rápido da Europa até agora, mas enfrentou um novo desafio com a disseminação da variante encontrada pela primeira vez na Índia.

O PHE disse que a primeira dose de ambas as vacinas foi 33% eficaz contra a doença sintomática de B.1.617.2 após três semanas, menor do que sua eficácia de 50% contra B.1.1.7. Hancock disse que isso mostrou que receber as duas doses da vacina era “absolutamente vital”.

A preocupação com o aumento de casos na Grã-Bretanha da variante encontrada pela primeira vez na Índia levou a Alemanha a dizer na sexta-feira que qualquer pessoa que entrasse no país vinda do Reino Unido teria de ficar em quarentena por duas semanas na chegada.

Também na sexta-feira, o chefe do instituto de saúde pública da Alemanha disse que as vacinas COVID-19 existentes podem ser menos eficazes contra a variante B.1.617.2.

Encontre uma Universal mais perto de você. 


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Fonte: gazetanews.com 


reportar erro