Notícias | - 12:01 am


Pesquisa aponta que os relacionamentos amorosos estão cada vez mais superficiais2 min read

Entenda qual é a maneira ideal de encontrar um amor

Pesquisa aponta que os relacionamentos amorosos estão cada vez mais superficiais2 min read

Um estudo realizado por um site australiano de relacionamentos mostrou que as relações afetivas estão cada vez mais superficiais e, por isso, não duram muito tempo. A pesquisa, feita com os usuários solteiros do site, revelou ainda que a maior parte deles sai com, em média, seis pessoas no mesmo período.

Além disso, 64% dos solteiros entrevistados já passaram pela experiência de “ghosting” (em português algo como “tratado como fantasma”), que ocorre quando uma das pessoas ignora a outra até que ela perceba, por conta própria, que não existe mais nada entre elas, e o relacionamento termina sem que haja a necessidade de uma conversa para isso.

Vida a dois blindada

Para muitas pessoas, o foco é apenas ter um relacionamento a dois, não importa como. Por isso elas acabam se precipitando e se envolvendo com qualquer um, em relações superficiais, sem compromisso.

Em seu blog, o escritor Renato Cardoso, autor do livro “Namoro Blindado”, enfatiza que todo mundo quer ser escolhido; não só chamado, mas escolhido. “Queremos ser apreciados na classe, no trabalho e na família. Solteiros querem ser escolhidos por alguém especial e se tornarem namorados, e ter um relacionamento exclusivo com aquela pessoa.”

Segundo o escritor, o problema é que as pessoas não entendem que nós somos os primeiros que temos de nos escolher. Sendo assim, não force algo que não é para acontecer. Não permita e nem aceite um relacionamento superficial. Para fazer alguém feliz, é preciso ser feliz em primeiro lugar.

Você tem buscado alguém para firmar um compromisso mas só encontra pessoas erradas? Participe da Terapia do Amor e aprenda a buscar a pessoal ideal da forma correta.

Quer mais dicas? Adquira o Livro “Namoro Blindado”, pelo Arca Center.


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Débora Picelli / Foto: Thinkstock 


reportar erro