Notícias | - 3:05 am


Os riscos de trombose para quem toma anticoncepcional3 min read

Por causa do uso da medicação, Viviane Rebechi teve problemas de saúde e quase perdeu a visão. Saiba quais são os riscos que esses medicamentos oferecem

Os riscos de trombose para quem toma anticoncepcional3 min read

Os riscos de trombose para quem toma anticoncepcionalApós uma forte dor de cabeça, a ponto de não conseguir abrir os olhos, a psicóloga Viviane Rebechi (foto ao lado), de 34 anos, teve de ser levada para o hospital. Os médicos fizeram vários exames e constataram que ela estava com trombose profunda em três pontos do cérebro – eventualmente, o problema pode ocorrer em membro superior do corpo, segundo informações da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV). “Cheguei a entrar em pânico, pois não sabia o que aconteceria comigo”, conta.

Foram 26 dias internada fazendo vários exames e tratamento de anticoagulação. A conclusão foi de que ela teve a trombose em razão do uso de anticoncepcionais. Os médicos não garantiam que ela voltaria a enxergar normalmente.

Viviane frequenta a Universal há 24 anos e teve um grande apoio da família, que compartilha da mesma fé que ela. “A minha família fez propósitos e muita oração por mim.” Desde que iniciou a trajetória pela cura, a psicóloga praticava o que aprendia nas reuniões e tomava a água consagrada todos os dias.

Depois de passar quase um mês no hospital, ela teve alta, mas após dez dias teve uma recaída. “Comecei a ter uma sequela perigosa na visão. Fui internada novamente, em outro hospital, para tratar o aumento da pressão intracraniana, que estava comprometendo a minha visão. Os médicos ficaram assustados com o meu estado e não acreditavam na minha recuperação”, lembra.

Viviane passou a confiar ainda mais em Deus e perseverou em busca do milagre. Permaneceu tomando a água e começou a perceber que aos poucos estava recuperando a visão. Quatro meses após o diagnóstico, estava curada. Hoje enxerga normalmente e não tem nenhuma sequela. Nem os médicos acreditaram na sua recuperação Juntamente à família, a fé de Viviane está mais avivada.

O que a medicina diz

Os riscos de trombose para quem toma anticoncepcionalEm entrevista à Folha Universal, a obstetra Cristina Guazzelli (foto ao lado), docente da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), esclarece algumas questões sobre o uso de anticoncepcionais. Leia:

Folha Universal (FU): Tomar anticoncepcional aumenta o risco de trombose?

Cristina Guazzelli (CG): Em situações normais, cerca de 2 a 3 mulheres em cada 10 mil correm o risco de ter trombose. Com o uso do anticoncepcional, o número de casos aumenta para 6 a 9 em cada 10 mil mulheres. E o que ocorre se engravidar? O risco passa para 24 durante a gravidez e no puerpério (pós-parto) sobe para 240 casos para cada 10 mil mulheres. A paciente deve ser orientada de que todas as pílulas combinadas aumentam o risco de trombose venosa, mas esse risco é baixo, tendo em vista que na gravidez é maior.

FU: Quais são os efeitos colaterais confirmados pelos médicos?

CG: Os anticoncepcionais hormonais combinados podem causar dor no estômago, dor de cabeça, dores nas mamas e inchaço.

FU: Há outros métodos contraceptivos para substituir a pílula?

CG: Há várias opções de anticoncepção no mercado. Os métodos de longa duração, como o dispositivo intrauterino de cobre (DIU), o sistema intrauterino de Levonorgestrel e o implante, apresentam eficácia elevada e maior do que a da pílula. O risco de falha é semelhante e, no caso dos implantes, menor do que o da ligadura tubária.

Muitas pessoas fazem e recebem orações para
tratar doenças incuráveis nas reuniões de cura e libertação da Universal. As
correntes acontecem todas as terças-feiras, em todo o Brasil. Veja o endereço
da Universal mais próxima em
universal.org/enderecos .


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Michele Francisco / Fotos: Fotolia, Pedro Coppa e Divulgação 


reportar erro