Notícias | - 3:05 am


Olhos no prêmio4 min read

Definir um objetivo é importante, mas manter a disciplina para conquistá-lo é imprescindível

Olhos no prêmio4 min read

Muita gente até conhece a história do profeta Daniel na Bíblia, mas não dá atenção a um fator de suma importância em sua trajetória: o foco do qual aquele homem precisou para cumprir o que lhe foi comissionado por Deus.

Leitores de várias gerações sabem que Daniel saiu intacto da famosa cova dos leões. Também sabem que ele resistia às comidas e aos prazeres palacianos oferecidos a ele. Mas não se colocam em seu lugar para pensar que foi preciso ter muita força de vontade e confiança de que Deus a providenciaria, já que Ele mesmo deu a missão, para seguir com o objetivo.

E qual era esse objetivo? Bem, sabe-se que a cultura de um povo se perde com o tempo quando ele está fora de seu território e sujeito a outros costumes e leis, como era o caso dos israelitas na Babilônia. Mais importante ainda do que a cultura, Daniel deveria ser o exemplo vivo do que manteria Israel unido mesmo longe das muralhas de Jerusalém: a confiança em Deus e o contato contínuo com Ele.

Tal como naquela época, hoje também é muito difícil um homem “segurar” o foco, “manter os olhos no prêmio”, como diz a velha expressão. Sem o objetivo vívido em mente é fácil ceder a distrações e pôr tudo a perder.

Pense bem: Daniel tinha à sua disposição todos os magníficos manjares reais, mas foi forte para comer seus legumes e manter uma dieta frugal e balanceada. No fim, estava com mais saúde do que os que se refestelaram na comilança. Pode apostar que ele também tinha ao seu dispor aquelas mulheres usadas para satisfazer os desejos carnais da nobreza babilônica, mas se retirava a seus aposentos para orar e não perder a conexão com Deus. Daniel estava no palácio real, lugar de bailes e festas mil e também de intrigas, inveja, concorrência desleal, desonestidade, ganância, falsas amizades, egos inflados. O cara tinha toda aquela “gandaia” à disposição, comida para se fartar, mulherada na mão, cercado pelos piores sentimentos da raça humana… Era muito diferente do que desvia um homem de hoje de ser um cara decente de verdade? Claro que não!

Lógico, segundo a Bíblia, as más línguas e olhos invejosos fizeram efeito: os manda-chuvas jogaram o profeta numa câmara cheia de leões. E justamente por estar focado, Daniel simplesmente ficou lá, parado na cova, e as feras “nem aí’ com a presença dele. Deus estava com Daniel porque Daniel também estava com Deus, entregue, 100% concentrado. é assim que funciona. Você, no lugar dele, sairia inteiro ou seria fast- food para felino?

Não deu outra: quando os israelitas tiveram de volta sua liberdade, ainda era um povo com identidade própria, com sua crença do Deus Único ainda ativa, em vez de ceder aos falsos deuses do cativeiro com seus mil apelos. Era uma nação pronta a retomar sua terra de volta e recomeçar com a mesma fé. E muito disso por causa daquele cara que podia ter sido doutrinado – para dali influenciar todos os outros –, mas resistiu, pois tinha o foco na incumbência Divina.

Com o foco certo, Daniel pôde resistir às distrações, às tentações, à preguiça, ao medo e a tudo mais de ruim que faria dele qualquer coisa, menos um homem pleno de verdade. Será que nós, hoje, nessa era de informação (útil e inútil) tão fácil, também temos a mira certeira em nossos objetivos, sonhos e projetos? Ou algo está nos distraindo pelo caminho?

Determinação

À Procura da Felicidade, filme de 2006, é baseado na história real de Christopher Gardner, que saiu do fundo do poço financeiro e familiar e conquistou uma posição invejável. Mas, até chegar a ela, tudo parecia atrapalhá-lo, num exercício diário de foco, persistência e resiliência. Com Will Smith. Disponível em DVD, Blu-Ray e sites de streaming.

Passo a passo

é, meu caro, não se desviar do foco é um esforço diário, uma vigilância constante. Cada etapa merece concentração integral. O Desafio #7 do IntelliMen dá as coordenadas corretas para cada fase da luta por seus objetivos. Saiba mais aqui.

Hoje em dia o respeito é fundamental para que haja um bom relacionamento interpessoal. Se você é homem e deseja mudar suas atitudes, a hora é agora. Participe do projeto Intellimen e aprenda como ser um homem melhor. Para mais informações sobre o grupo clique aqui.


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Marcelo Rangel / Foto: Fotolia 


reportar erro