Notícias | - 11:30 am


O valor das artes entre os jovens3 min read

Projeto Cultura é um dos projetos com maior inclusão de jovens no YPG

O valor das artes entre os jovens3 min read

É por meio da arte, que os jovens estimulam e desenvolvem a criatividade. A cultura está ao nosso redor: se você for a um show, mercado ou até mesmo em um elevador, você encontrará música. Ligue a TV ou apenas o seu celular e você quase imediatamente verá alguém atuando. Agora mais do que nunca, jovens estão exibindo seus talentos de dança por meio de aplicativos como YouTube e TikTok.

Infelizmente, nem toda essa cultura é positiva. Muito do entretenimento de hoje expõe a juventude a comportamentos que prejudicam os outros ou a si próprios, cultivam pensamentos depressivos e fornecem muitos exemplos negativos. Tendo isso em mente, o projeto Cultura YPG procura quebrar esses estereótipos de uma juventude perdida e trazer positividade e esperança por meio das artes.

O projeto Cultura é uma das áreas com maior inclusão de jovens no YPG e, por meio da música, dança e teatro, leva seus integrantes a aprender e a desenvolver seus talentos em apresentações artísticas, em que o foco é a “Arte de Salvar”.

Os integrantes do projeto empenham-se em longas horas de ensaios e dedicação para criar peças de teatro, concertos e apresentações especiais. São em momentos como estes que jovens tímidos chegam ao projeto, encontrando a liberdade para expor e desenvolver seus talentos. Muitos chegaram pensando que ninguém acreditava neles, mas encontraram no projeto Cultura um ambiente seguro e de apoio que os ajudou a evoluir em todos os aspectos.

A exemplo da jovem Flor Ardon, de 19 anos, que faz parte do projeto na cidade de Central Falls, Rhode Island.

FLOR “Sempre me convidavam para participar do YPG, mas era tímida e não me interessava muito. Até que um dia pediram a minha opinião para uma dança que queriam apresentar. Eu sempre tinha muito medo do que os outros iam pensar de mim, então nunca me envolvi nesse tipo de atividade, mas naquele momento me senti diferente. Alguns integrantes do projeto me convidaram para coreografar os demais e nunca duvidaram que eu ia conseguir. Acreditavam mais em mim, do que eu em mim mesma!

Depois da apresentação desta dança, comecei a me envolver mais com o projeto.  Eu sabia que havia dentro de mim um vazio que nenhum tipo de música e entretenimento conseguia preencher. Eu me sentia bem quando estava ensaiando, mas voltava a ser depressiva ao chegar em casa.

Foi quando através de um encontro do YPG ouvi falar do Espírito Santo, e que só através do batismo dEle eu poderia ser realmente feliz, independentemente do que estava acontecendo ao meu redor. Dançar me trazia alegria, mas era algo momentâneo.

O valor das artes entre os jovensMinha primeira decisão foi ser batizada nas águas e então mudar minhas escolhas de vida. Ao receber o Espírito Santo, pude experimentar uma alegria que não se compara a nada que eu já senti antes. Hoje eu continuo fazendo parte do projeto Cultura YPG, porém para espalhar essa verdadeira alegria que só vem do Espírito de Deus.”, relatou Flor Ardon.

O foco principal do projeto é ajudar outras pessoas, por isso, para fazer parte do projeto é necessário que o voluntário seja uma pessoa responsável e membro da Universal e do YPG. Se você deseja saber mais sobre os projetos do YPG, procure a Universal mais próxima de você.

 

YPG Facebook

Encontre uma Universal mais perto de você. 


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Redação  


reportar erro