Notícias | - 3:15 am


O que pode afundar a sua fé?4 min read

E o que uma camisa manchada de ketchup pode ensinar a respeito disso. Leia e entenda

Se tem uma coisa que todos, independentemente da crença, classe social, idade, raça, nacionalidade ou escolaridade têm é problema. Já nascemos enfrentando-os.

Mas tem algo que nos foi dado para vencê-los: a nossa fé:

“Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé.” 1 João 5.4

A fé é o poder para vencer tudo. Por meio dela, você vence não só os problemas, mas também o inferno, o pecado, o mundo.

O bispo Sergio Corrêa, responsável pelos obreiros voluntários da Universal no Brasil, ressalta que a fé pode agigantar-se ou enfraquecer-se diante dos problemas, e isso por causa de um detalhe: a nossa consciência.

Mas como isso pode acontecer?

Primeiro é preciso entender o que é a consciência. Ela é a compreensão que todo ser humano tem, com relação aos próprios atos e motivações, do que é moralmente certo ou errado. O bispo ressalta que ela é a capacidade que temos de nos conhecer. “é o conhecimento imediato da atitude que tomamos. é a voz ‘calada’ da alma. Você pode estar no meio da multidão, mas só você pode ouvir a voz da consciência, pois ela grita dentro de nós.”

Então, como a consciência pode favorecer ou prejudicar a fé de alguém? Quando ela está manchada pelo pecado.

“Quando cometemos um pecado, por menor que seja, ainda que ninguém saiba, a voz da sua alma, que é a consciência, diz ‘errei’”, explica o bispo. Para ilustrar melhor, imagine que você vai comer um hambúrguer ou um cachorro-quente e, ao acrescentar o ketchup, ele respinga em sua camisa branca. Pense na camisa como sendo a sua consciência e esse respingo como se fosse a mancha que o pecado deixa nela. “E, quando a nossa consciência é manchada, a nossa fé se torna minúscula ou, pior, microscópica, diante do problema que estamos enfrentando.”

Isso acontece por que a pessoa passa a ser bombardeada por acusações demoníacas e, acuada, não consegue usar a fé como deveria.

Cuidar da consciência é tão imprescindível para a nossa comunhão com Deus que o apóstolo Paulo deu uma orientação preciosa a seu filho na fé, Timóteo, com respeito a ela:

“Este mandamento te dou, meu filho Timóteo, que, segundo as profecias que houve acerca de ti, milites por elas boa milícia; conservando a fé, e a boa consciência, a qual alguns, rejeitando, fizeram naufrágio na fé.” 1 Timóteo 1.18

O naufrágio da fé se dá pelo descuido da boa consciência e, com isso, coloca-se em risco até mesmo a Salvação.

“O diabo não pode mais lhe acusar”

A nossa vida é guerra 24 horas por dia contra o diabo. Mas o que fazer quando a consciência está manchada?

Voltemos à situação do respingo de ketchup na camisa branca. O que você iria fazer para limpá-la? Lavar, não é mesmo? O mesmo deve ser feito com a consciência, porém, essa lavagem não é do modo tradicional — água e sabão —, mas da maneira espiritual, por meio do arrependimento sincero do erro praticado. “Quando você se arrepende sinceramente — e só Deus pode avaliar isso — e quando Ele vê que é sincero, então Ele vem com o cálice do Sangue de Jesus e lava a sua alma. Tira toda a sujeira e a consciência passa a estar limpa e a alma lavada, e a pessoa passa a ser um gigante na fé, porque o diabo não pode mais lhe acusar.”

Para que a sua fé vá bem, considere sempre a sua consciência. Pois consciência limpa é sinônimo de fé saudável e, com isso, você se agiganta diante do problema. E, para quando vierem as acusações, lembre-se:

“Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.” 1 João 2.1

O Senhor Jesus está sempre pronto a interceder por nós junto ao nosso Pai.

Compartilhe essa mensagem em suas redes sociais.


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Núbia Onara / Foto: Thinkstock 


reportar erro