Notícias | - 8:00 am


O preconceito e o bullying3 min read

O preconceito e o bullying

O preconceito pode ser provocado por diversas questões. No caso da adolescente Mellanie Saccer, de 11 anos, o preconceito transformou-se em bullying. 

Ela havia chegado nos Estados Unidos e não sabia falar inglês, por não conseguir se comunicar com seus colegas, foi deixada de lado. 

“Eu não conseguia me comunicar e não entendia ninguém, chorava por me sentir sozinha, sofria muito por não ter amigos, foi muito difícil”, disse. 

O APOIO 

O preconceito e o bullyingFoi nos encontros do Teen Power Group (TPG) que a adolescente recebeu a força que precisava para se sentir capaz de enfrentar esse problema. “O grupo me mostrou
que eu não era aquilo que as pessoas falavam, que não importava o que os outros pensassem de mim, mas o que Deus pensava. Entendi que eu podia ser capaz e
também poderia ter amigos, o inglês viria com o tempo. Deus foi cuidando de cada detalhe, me deu sabedoria, fui aprendendo inglês e fiz novas amizades”, acrescentou a adolescente. 

Mellanie aprendeu a comunicar- se e hoje tem a oportunidade de ajudar os novos alunos que chegam. 

“Faz pouco tempo que a escola reconheceu que eu já domino o idioma, e agora eu posso ajudar os novos colegas acompanhando-os durante as aulas. 

Hoje eu faço diferente do que fizeram comigo no início, sou amiga deles e os recebo com alegria, por que aprendi que devo fazer o bem, mesmo que não tenham feito comigo. Jesus é o meu amigo e quero sempre agradar a Ele”, finalizou feliz.

O TPG (Teen Power Group) é um grupo da Universal voltado para ajudar os adolescentes. Tornando-os fortes para os problemas e dificuldades que virão com o crescimento. Durante os encontros eles fazem atividades e compartilham experiências que fortalecem a autoestima e refina o caráter. Eles aprendem a ter o caráter de Deus. Para o TPG, não é somente a vítima do bullying que precisa de apoio, mas também aqueles que cometem tal prática. Deseja participar? Ou tem um filho/filha que pode fazer parte do grupo? Procure a Universal mais perto de você e se informe. 

COMO IDENTIFICAR AS VÍTIMAS DO BULLYING 

NA ESCOLA

  • Sozinhos no recreio e não possuem amigos.
  • Sempre perto de um adulto buscando proteção.
  • Dificuldade em emitir sua opinião em sala de aula.
  • Faltas frequentes às aulas.
  • Aparência triste e deprimida.
  • Não possuem grupos e são os últimos a serem escolhidos nas atividades.
  • Apresentam hematomas ou roupas rasgadas e sujas.
  • Material escolar ou pertences pessoais constantemente desaparecidos.
  • Queda do rendimento escolar.

EM CASA

  • Queixas frequentes de dores diversas próximo aos horários da aula.
  • Mudança no estado de humor.
  • Poucos amigos para brincar ou convites para festas.
  • Gastos frequentes e altos na cantina buscando presentear os agressores.
  • Desculpas para faltar às aulas.
  • Comportamento irritadiço, triste, sonolento e ansioso.
  • Redução de apetite.
  • Descuido com a sua aparência e higiene pessoal.
  • Descuido com os afazeres escolares.

O preconceito e o bullying

Encontrar uma Universal mais perto de você. 


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Redação  


reportar erro