Notícias | - 8:00 am


“No auge do meu desespero em ajudar o meu filho, eu comecei a usar drogas com ele.”3 min read

“No auge do meu desespero em ajudar o meu filho, eu comecei a usar drogas com ele.”

Antes de receber o Espírito Santo eu era uma pessoa nervosa e vazia. Havia muita angústia dentro de mim, essa tristeza que sentia era devido ao meu filho ser usuário de drogas. Era muito doloroso vê-lo naquela situação e eu me culpava por isso.

No auge do meu desespero em ajudar o meu filho, eu comecei a usar drogas com ele, pois pensei que se fizesse o que ele fazia eu poderia entender melhor o que ele sentia. Mas foi uma péssima escolha, pois agora eu estava presa ao mesmo problema que ele. Eu perdi completamente o controle da minha família.

Até que recebi um convite para participar de um tratamento espiritual na Universal. O pastor me falou sobre usar a fé e disse que tinha salvação para minha família. Comecei a fazer as correntes de libertação e fui liberta do nervosismo, da insônia e das drogas. Meu filho também foi alcançado pelo poder de Deus, começou a ir à igreja comigo e foi liberto dos vícios.

Eu tomei a decisão de largar a minha antiga vida e fazer a vontade de Deus. Então recebi o Espírito Santo e tudo mudou, Deus se tornou o primeiro em minha vida.

Meu filho, por causa do longo tempo nos vícios, tinha a saúde frágil e veio a óbito. Mas, o Espírito Santo me consolou, sem Ele na minha vida eu estaria desesperada e talvez não estivesse viva para relatar essa história.

Tenho alegria dentro de mim, pois vi meu filho ser livre do vício e, por mais que ele não esteja comigo, sei que recebeu a vida eterna.

A felicidade que Jesus tem me dado não tem preço! Ele tem me sustentado até aqui e tem sido meu grande amigo todos os dias!

Elena Rios

Pompano Beach, FL

“No auge do meu desespero em ajudar o meu filho, eu comecei a usar drogas com ele.”

Abraão é considerado o pai da fé. Ele possuía uma fé inestimável em uma época em que não havia Bíblia ou igreja para ensinar. Ele vivia em uma sociedade pagã, mas, mesmo assim, era servo do Deus Altíssimo.

Abraão foi provado ao ter que deixar sua casa e sua parentela (Gênesis 12:1), ao ter que confiar que Deus cumpriria a promessa de lhe fazer pai de uma numerosa nação (Gênesis 12:2) e ao ter que dar Seu Filho em sacrifício (Gênesis 22:2).

Em todas as situações, Abraão tinha uma única resposta: “Eis-me aqui”. Ele sempre obedeceu a Deus, mesmo que, aparentemente, fosse difícil.

No livro “A Fé de Abraão”, o Bispo Edir Macedo esclarece que muitos cristãos, infelizmente, não apresentam a qualidade de fé que Abraão apresentava.

“A falta de qualidade da fé é justamente a razão pela qual a maioria dos religiosos não obtém bons resultados práticos, mesmo tendo fé em Deus. A vida depende da fé, mas se a fé é desqualificada, a vida também será desqualificada”, ensinou.

Além disso, Deus ainda estabelece que Seu povo olhe para Abraão (Isaías 51:2). “Foi através de sua coragem e audácia que ele materializou a fé do coração, quando ofereceu seu filho Isaque. Além de ter uma fé corajosa, ele era paciente para esperar o cumprimento da promessa”, reitera o Bispo em seu livro.

Encontre uma Universal mais perto de você. 


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Redação  


reportar erro