Notícias | - 8:00 am


“Minha vida estava pior do que um filme de terror.”2 min read

"Minha vida estava pior do que um filme de terror."

O meu sofrimento começou na infância, quando mudei de casa com a minha família, a antiga proprietária servia aos encostos, o novo ambiente era muito carregado. O clima em casa era sempre tenso, havia muitas brigas, todos os dias presenciava discussões.

Eu tinha muito medo na hora de dormir, porque sentia algo puxando minhas pernas. Além disso, havia uma voz na minha mente que me levava a ser uma criança muito rebelde, eu brincava com facas, com fogo e por muitas vezes quase me feri severamente, porque aquela “voz’’ sempre me dava ideias para colocar minha vida em risco. Minha vida estava pior do que um filme de terror.

Nessa fase minha mãe conheceu a Igreja Universal e começou a frequentar, era notável a mudança nela para melhor, mas ainda assim não quis acompanhá-la. Já na adolescência eu comecei a ver vultos, ter fortes dores no corpo e o pavor só crescia a cada dia, era uma pessoa muito emotiva, chorava por tudo e me magoava facilmente.

Lembro-me que um dia eu comecei a ouvir uma voz perturbadora, diferente de todas as outras de antes, ela não me deixava em paz, sentia uma presença ruim perto de mim. Com toda essa perturbação e sofrimento entrei em depressão, eu não gostava de falar com ninguém, tinha muitos complexos de inferioridade, pensava na morte, não tinha mais prazer em viver. Mesmo com todo esse sofrimento, eu não conseguia me abrir com outras pessoas por medo de me acharem louca. Era uma pessoa muito triste, todos esses problemas me sufocavam.

Até que um dia cheguei ao limite e decidi pedir ajuda à minha mãe. Ela orou por mim e me disse que o único caminho para me livrar de tudo isso era me entregar a Deus, como ela havia feito. Resolvi tomar a atitude de buscar a Deus e comecei a participar das correntes de libertação.

Algum tempo depois, em uma reunião de quarta-feira, entreguei-me completamente a Deus e recebi o Espírito Santo. Hoje não sou mais sentimental, fui curada da depressão e liberta de todas as perturbações espirituais.

A minha vida foi completamente transformada, sou casada, tenho uma família feliz e abençoada por Deus. É um privilégio servir a Deus, ajudar outras pessoas que estão sofrendo como um dia eu sofri é a minha missão de vida.

Patricia Celegatto

Pompano Beach, FL


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Redação  


reportar erro