Notícias | - 3:00 am


“Meus pais diziam para eu ‘aproveitar’ a vida”3 min read

Saiba por que Camila tinha tanto receio de relacionamentos sérios e como ela superou o medo de amar

“Meus pais diziam para eu ‘aproveitar’ a vida”3 min read

Brigas, traições e decepções. Foi nesse cenário que Camila de Souza Rodrigues Monteiro (foto acima), de 28 anos, empresária, passou sua infância e adolescência. Ver o sofrimento da mãe e de outros parentes fez com que ela acreditasse que o amor não existia e que era uma verdadeira cilada. “Não tive exemplos de casamentos felizes na família. Meu pai justificava o fracasso deles dizendo que minha mãe o forçou a se casar muito novo e que não pôde ‘aproveitar a vida’. Já minha mãe era muito fechada e frustrada por tanta infelicidade”, se lembra.

O conselho que ela recebia da família era o de nunca depender de nenhum homem. “Eu e minha irmã crescemos ouvindo muito os nossos pais dizerem para nós ‘aproveitarmos’ a vida, crescermos financeiramente, estudarmos, conhecermos lugares, irmos a festas, e, por último, lá pelos 40 anos, se encontrássemos alguém, estaríamos maduras para o casamento. Isso era o que tinha dentro de mim e quando me relacionava com alguém era apenas para passar o tempo”, afirma.

“Meus pais diziam para eu ‘aproveitar’ a vida”Só que esse estilo de vida lhe trouxe um vazio e a sensação de que sempre estava faltando algo. “Não era feliz. Os anos passaram e meu pai mudou e, surpreendentemente, me fez um convite: o de ir à ‘Terapia do Amor’. Como não aguentava mais pular de relacionamento em relacionamento e de acreditar que não tinha nascido para ser realizada no amor, aceitei ir e foi lá que tempos depois conheci o Reginaldo”, revela.

O verdadeiro amor

Reginaldo Machado Monteiro, de 22 anos, empresário, também participava das palestras da “Terapia do Amor” porque buscava vencer as dores, as marcas do passado e recomeçar. “Tive quatro relacionamentos fracassados e cheguei ter depressão por conta das decepções. Contudo, eu entendi que isso aconteceu porque procurava fazer as coisas do meu jeito e na força do meu braço, sem entendimento e conhecimento nenhum”, observa.

Quando ele e Camila se conheceram, o empresário já estava preparado para iniciar uma nova relação. “Por meio dos ensinamentos, tinha aprendido a ser uma pessoa paciente e a lutar da forma certa e inteligente pela pessoa amada. Quando conheci a Camila três anos atrás, tanto eu como ela já estávamos curados. Conversamos, tínhamos objetivos em comum e assim a pedi em namoro”, acrescenta.

Hoje, casados há pouco mais de quatro meses, eles contam o segredo do sucesso na vida amorosa: “nos casamos na sede da Universal na cidade de Tubarão, em Santa Catarina. Foi lá, na ‘Terapia do Amor’, que aprendemos que temos que lutar como uma equipe, sacrificando pelo nosso casamento. Hoje eu acredito e posso afirmar que o verdadeiro matrimônio traz muita felicidade”, conclui a empresária.

Quem deseja se casar na Universal pode acessar o site universal.org/casamento ou entrar em contato pelo setorcasamentos@universal.org.br ou pelos telefones (11) 5644-5012/5163/5208

Para saber mais como resolver os problemas da vida amorosa, participe das palestras da Terapia do Amor, todas às quintas-feiras, em uma Universal mais próxima de você. A cada palestra, casais, noivos, namorados e solteiros aprendem sobre o amor inteligente e como desenvolver o relacionamento a dois.


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Ana Carolina Cury / Fotos: Arquivo Pessoal  


reportar erro