Notícias | - 12:05 am


“Meu marido só quer saber de Pokémon”4 min read

Veja o que Renato e Cristiane Cardoso pensam sobre este assunto

“Meu marido só quer saber de Pokémon”4 min read

Muitos casais não sabem o que é prioridade em seu relacionamento e, por isso, cometem vários erros. São inúmeras as reclamações de pessoas que se sentem trocadas pelo hobby do companheiro. Nesta edição do A Escola do Amor Responde, os professores Renato e Cristiane Cardoso ajudam a aluna Daniela a lidar com o entretenimento preferido do marido. Eles dão conselhos que também podem ajudar muitos outros casais. Confira a seguir.

Daniela – Meu marido tem quase 40 anos e só quer saber de caçar Pokémon, assistir Pokémon, tudo para ele é Pokémon. O que eu faço?

Cristiane – Hoje em dia as brincadeiras infantis se tornaram modernas para muitos adultos. Alguns podem até falar que seu marido só está curtindo, mas, enquanto ele aproveita a juventude que não teve, também está desperdiçando um relacionamento. Tenho certeza que um Pokémon não vai suprir as necessidades dele. Pode entretê-lo, mas o Pokémon não vai conseguir substituir a esposa.

Renato – Como o fenômeno Pokémon é recente, o que eu espero, Daniela, é que a moda passe bem rápido e que ele veja que isso é um grande desperdício de tempo. Mas, se não passar, você vai ter que se impor, vai ter que conversar com ele, seja sobre o jogo Pokémon, seja sobre qualquer outro jogo que seu marido tenha e que esteja influenciando negativamente no relacionamento de vocês. Você tem que colocar um limite, dizer a ele que você não se importa que ele tenha um passatempo, mas que também é preciso ter um tempo para os dois. Você tem que se impor e exigir o que lhe é de direito, que é o seu tempo, que é a atenção dele com você. Claro que isso precisa ser feito primeiramente de forma firme, mas gentil, para que ele entenda o quão sério você está falando.

Cristiane – Às vezes, você está conversando sobre o assunto de forma agressiva e quando está irritada. Eu entendo que a situação é irritante, mas a forma como você fala com ele faz que ele repare apenas na sua irritação. Ele não percebe o que ele está fazendo e como ele está prejudicando o relacionamento. Quando nós falamos que você tem que conversar com ele de forma educada é porque talvez você nunca tenha feito isso ou apenas tenha falado de um jeito impaciente. As mulheres têm que entender que o homem não é uma criança. Não é preciso ficar repetindo várias vezes a mesma coisa ou gritar, pois isso só piora a situação. Dessa forma, o homem tende a fazer de novo as coisas que a esposa não gosta, “de pirraça”, só para mostrar que você não manda nele. Então, Daniela, use de sabedoria e fale com ele educadamente.

Renato – é normal que as pessoas, tanto homens como mulheres, tenham a necessidade de ter um momento de lazer. Isso é normal do ser humano, ninguém consegue ficar trabalhando 24 horas por dia, sete dias por semana. As pessoas precisam de uma forma de distração. Algumas pessoas escolhem fazer isso de um modo mais produtivo, como uma caminhada, lendo um livro, indo à academia. Outras pessoas escolhem fazer outras coisas mais sem sentido, como caçar Pokémon. Cada louco com a sua loucura (risos). Então, aluna, converse com ele para que ele entenda que precisa saber separar um momento para tal atividade e um momento de vocês, que é sagrado. Deixe claro para ele que você não vai criticá-lo, mas o momento do casal é sagrado e você não pode permitir que essa atividade comece a roubar o tempo dos dois, da intimidade de casal.

Cristiane – Não há problema que ele faça isso, o que você não pode é ficar impedindo-o de fazer o que ele gosta e o ameaçando. As pessoas precisam respeitar a vontade do outro, porque cada um tem sua personalidade. Enquanto um gosta de sair, o outro prefere ficar em casa. Eu e o Renato, por exemplo, temos personalidades diferentes um do outro.

Renato – A Cristiane tem uma forma de lazer diferente da minha, mas eu sacrifico o meu momento e respeito o tempo que é nosso. é importante que isso aconteça entre o casal. E vale você conversar com ele, agora da forma certa, para que alcance resultados positivos.

Para saber mais como resolver os problemas da vida amorosa, participe das palestras da Terapia do Amor, todas às quintas-feiras, em uma Universal mais próxima de você. A cada palestra, casais, noivos, namorados e solteiros aprendem sobre o amor inteligente e como desenvolver o relacionamento a dois.


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Da Redação / Foto: Fotolia 


reportar erro