Notícias | - 3:15 am


Mais quatro presídios do Brasil ganham templos da Universal2 min read

UNP trabalha para inaugurar uma igreja em cada um dos 1,2 mil presídios em que atua

Mais quatro presídios do Brasil ganham templos da Universal2 min read

Recentemente, o grupo Universal nos Presídios (UNP), por meio dos seus voluntários, inaugurou mais outras quatro igrejas dentro de presídios no Brasil.

Em Manaus, capital do Amazonas, os presos do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (COMPAJ) agora têm um novo espaço para a realização de reuniões da Igreja.

Em Minas Gerais, um templo foi inaugurado na Cadeia Pública Feminina, situada no bairro Santos Dumont, em Governador Valadares, no interior do estado. O local acomoda mais de 60 presas.

No estado do Piauí, a igreja foi inaugurada no Presídio Misto de Parnaíba, o segundo município mais populoso do estado. O bispo Luis Carlos Gomes, que cuida do trabalho da Universal no Piauí, foi quem fez a reunião de inauguração do novo templo.

No Rio Grande do Sul serão duas igrejas dentro da Penitenciária Estadual da cidade de Arroio dos Ratos, localizada no bairro Faxinal.

A primeira foi inaugurada recentemente, com capacidade para 80 pessoas. A segunda será inaugurada nesta segunda-feira (3).

Reunião três vezes na semana

A reunião de inauguração no Rio Grande do Sul foi realizada pelo bispo Adilson Silva, atual responsável pelo trabalho evangelístico da Universal no estado. Antes de entrar no novo templo, porém, o bispo passou por diversas áreas do complexo cumprimentando os presos das áreas isoladas.

A cerimônia contou com a presença de autoridades locais, funcionários, inúmeros voluntários do UNP, além do coordenador do trabalho em presídios do estado, pastor Jefferson Mesquita da Silva.

As reuniões nas duas igrejas acontecerão três vezes por semana (às segundas, terças e sextas-feiras), em dois horários: às 10h e às 15 horas.

Veja como foram essas inaugurações na galeria de fotos abaixo:


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Ivonete Soares / Fotos: Cedidas pelo UNP  


reportar erro