Notícias | - 3:00 am


Governador Geraldo Alckmin visita a réplica do Tabernáculo de Moisés2 min read

Após homenagem dos Correios, Alckmin conheceu a área externa do Templo de Salomão

Governador Geraldo Alckmin visita a réplica do Tabernáculo de Moisés2 min read

No dia 7 de julho último, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos lançou um selo e um carimbo em homenagem à Universal, pelos 40 anos. E, nessa homenagem – que aconteceu no auditório do Templo de Salomão, na capital paulista -, entre os donos de veículos de comunicação, autoridades políticas e representantes de instituições, esteve presente também o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin.

Após a cerimônia, vestindo os trajes característicos, o sacerdote da réplica do Tabernáculo de Moisés esclareceu para o governador o conceito do Templo de Salomão – um local de Santidade ao Senhor.

Acompanhado do sacerdote, do presidente dos Correios, Guilherme Campos, e do bispo Domingos Siqueira, o governador foi conduzido até a área externa do Templo para conhecer a réplica do Tabernáculo.

Governador Geraldo Alckmin visita a réplica do Tabernáculo de Moisés

Símbolos sagrados

Adentrar esse cenário especial é como voltar nos tempos de Moisés e conhecer como era estabelecida a relação de Deus com o Seu povo. Naquela época, haviam alguns procedimentos que eram realizados pelos sacerdotes no momento de apresentar para Deus as ofertas das pessoas. O sacerdote, por exemplo, teria de se apresentar em santidade para Deus e a pessoa teria de levar ali um animal que lhe representasse diante do Senhor.

“Isso em referência ao Antigo Testamento?”, perguntou Alckmin ao sacerdote. “Correto”, respondeu o condutor do passeio: “Nos dias de hoje, esse papel é representado pelo Senhor Jesus, que, como o Cordeiro Perfeito, morreu por cada um de nós.”

O sacerdote utiliza a réplica de uma ovelha em frente ao Altar de Bronze para exemplificar o que acontecia ali.

Governador Geraldo Alckmin visita a réplica do Tabernáculo de Moisés

Em seguida, todos adentram na réplica do Tabernáculo, que é dividida em duas partes. Na primeira, há objetos sagrados que eram utilizados para a conexão com o Altíssimo, entre eles, o altar de incenso, a Menorá e a Mesa dos Pães da Proposição.

“Mas havia um local especial que apenas o sumo sacerdote poderia adentrar, que é o Santo dos Santos. O local onde fica guardada a Arca da Aliança”, explicou o sacerdote, enquanto adentrava o Santo dos Santos juntamente com Alckmin.

O governador observou com curiosidade a Arca, que representa, no contexto bíblico, a presença de Deus entre o Seu povo.

Governador Geraldo Alckmin visita a réplica do Tabernáculo de Moisés

O site do Governo do Estado de São Paulo divulgou um vídeo sobre a mensagem do governador durante a homenagem realizada pelos Correios. Confira:

Você também pode visitar o Jardim Bíblico

Para conhecer o Jardim Bíblico, clique aqui e agende uma visita.


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Daniel Cruz / Fotos: Demetrio Koch e Marcelo Alves 


reportar erro