Notícias | - 3:05 am


“Eu usava a gota do milagre, o ungia e determinava que ele sairia dali curado”4 min read

Conheça a história de José Moreira, que foi curado por meio da fé de sua ex-companheira

“Eu usava a gota do milagre, o ungia e determinava que ele sairia dali curado”4 min read

O aposentado José Moreira da Silva Junior (foto acima), de 51 anos, começou a sentir fortes dores na cabeça e pediu ajuda para o filho, Denner Juliano Moreira de Oliveira (foto abaixo), de 23 anos, a quem enviou uma mensagem via celular. O rapaz, que estava no trabalho, pediu para a mãe, que já é separada do pai há 19 anos, que fosse até a casa dele para ver o que estava acontecendo.

Estelita Maria de Oliveira, de 49 anos, foi ao socorro do ex-marido. “Assim que meu filho me avisou, eu ainda consegui falar com o José pelo telefone, mas logo percebi que a fala dele estava enrolada. Foi quando pedi para o meu irmão me levar até a residência dele.”

Ao chegar lá, Estelita encontrou José desacordado e vomitando um líquido marrom. O resgate já havia sido chamado pelos vizinhos.

“Eu usava a gota do milagre, o ungia e determinava que ele sairia dali curado”Quando a ambulância chegou, o aposentado foi encaminhado a um pronto-socorro. “Os médicos acharam que ele havia sido envenenado, por conta das reações que teve. Mas, na verdade, o cérebro dele estava tomado por sangue e por isso ele vomitava tanto”, conta Estelita, que acompanhou o ex-marido durante todo o atendimento.

Diagnóstico

José foi transferido para um hospital, para que pudesse fazer uma tomografia e foi constatado que ele tinha sofrido um aneurisma cerebral.

A partir daquele momento, os médicos alertaram Estelita de que o caso era grave e que, se ele sobrevivesse, viveria em estado vegetativo. “Não aceitei aquela palavra negativa e parti para a fé. Não tinha dúvidas da cura”, lembra ela, que já frequenta a Universal há 20 anos.

José ficou 15 dias em coma. Estelita não saiu do lado do ex-marido e se apegou à fé e às correntes na Universal para buscar a cura dele. “Quando a gente conhece a Deus tem amor pelo próximo. Por que eu não teria amor pelo pai do meu filho? Eu usava a gota do milagre, o ungia e determinava que ele sairia dali curado.”

Contudo, à medida que Estelita orava, as coisas pareciam piorar. “Ele pegou infecção no hospital. Melhorava de um lado e piorava de outro. Mas aquilo não me abalava.”

No total foram 32 dias de internação e Estelita não se deu por vencida, sempre ao lado de José. Ela também levava voluntários do grupo de Evangelização da Universal ao hospital para orar pela vida do ex-companheiro.

Cura

“Eu usava a gota do milagre, o ungia e determinava que ele sairia dali curado”E o milagre aconteceu.José teve alta e nem os médicos souberam explicar como. “Os médicos disseram que aquilo era um milagre, mas que José ficaria com a parte direita do corpo afetada, pois estava paralisada.”

Após a saída do hospital, Estelita levou José à Universal, onde continuaram o tratamento com a gota do milagre e participando das reuniões de cura. Logo o lado direito do corpo de José voltou ao normal, assim como a vida dele.

Muitos podem estranhar que Estelita tenha lutado pela cura do ex-marido, mas ela é a prova de que uma vida com Deus supera qualquer situação adversa e de que Ele responde à oração de quem O busca com fé verdadeira.

Se você tem um familiar ou alguém próximo sofrendo com alguma enfermidade, pode e deve lutar pela cura dessa pessoa. Procure a Universal mais próxima da sua casa.

O que é Aneurisma Cerebral?

Segundo o cirurgião vascular e endovascular Adjaldes Ribeiro, o aneurisma é uma dilatação anormal de um vaso sanguíneo que pode se localizar em qualquer parte do corpo, inclusive no cérebro. Existem dois tipos de aneurisma: o venoso e o arterial.

Os sintomas podem ser variados, dependendo da localização do problema, mas em geral o aneurisma é pouco sintomático em sua fase inicial, podendo se romper, ocorrer uma trombose e causar compressão de estruturas vizinhas. Muitos aneurismas são assintomáticos e o diagnóstico ocorre por acaso, por meio de exames de imagem. O diagnóstico pode ser feito com exames complementares, como ultrassom, tomografia computadorizada, ressonância magnética ou um exame físico detalhado.

O aneurisma pode ter causa genética, inflamatória, infecciosa ou aterosclerótica (depósito de colesterol na parede do vaso).

O desenvolvimento da medicina nos últimos anos, em especial da cirurgia vascular, com o surgimento de novas tecnologias, permite um tratamento menos invasivo e mais seguro aos pacientes. Hoje já é possível tratar alguns tipos de aneurisma sem cortes, com técnica endovascular.

Muitas pessoas fazem e recebem orações para
tratar doenças incuráveis nas reuniões de cura e libertação da Universal. As
correntes acontecem todas as terças-feiras, em todo o Brasil. Veja o endereço
da Universal mais próxima em
universal.org/enderecos .


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Maiara Máximo / Fotos: Arquivo Pessoal e Marcelo Alves 


reportar erro