Notícias | - 11:50 am


“Eu fumava três maços de cigarro por semana, permaneci presa ao vício por 43 anos.”3 min read

“Eu fumava três maços de cigarro por semana, permaneci presa ao vício por 43 anos.”

São muitas as famílias que diariamente convivem com um viciado em nicotina, isso gera más consequências na saúde tanto para o fumante, quanto para os que estão ao seu redor, Maire Rankin, cresceu vendo o seu pai fumar todos os dias, o que fez com que ela ainda criança tivesse o desejo de experimentar o cigarro.

“Certo dia eu vi que a minha irmã estava pegando às escondidas os cigarros do meu pai para ela fumar, então fizemos um trato, eu não contaria nada, mas ela teria que me dar um cigarro pois eu queria fumar também. Desde esse dia, fumávamos sempre juntas e escondidas dos nossos familiares, eu tinha apenas 10 anos e o vício já me dominava,” conta.

O EXEMPLO

Muitos pais pensam que basta apenas palavras para educar os seus filhos, mas o exemplo das próprias atitudes na verdade falam bem mais alto do que qualquer palavra. Foi o que aconteceu com a Maire e à sua irmã, que de uma experiência acabou por virar um vício.

“Depois de um tempo o meu pai nos descobriu. Ele mandou nós comermos uma carteira de cigarro inteira, foi horrível. Mas, uma coisa ficou dentro de mim, eu estava ali fazendo o que ele fazia, então eu não aceitei ser repreendida por fazer algo que ele mesmo fazia,” desabafa.

Maire não parou naquele momento, e à medida que o tempo passava a dependência do cigarro aumentava.

A DEPENDÊNCIA

Segundo a OMS, há mais de um bilhão de fumantes no mundo. Para muitos, fumar ou ver alguém fumando tornou- se algo comum, mas o problema é mais sério do que se imagina.

“Fiquei totalmente dependente do cigarro. Quando comecei a trabalhar o meu dinheiro era mais para sustentar o vício. Algumas vezes deixei de comer para comprar uma carteira, eu fumava três maços de cigarro por semana, permaneci presa ao vício por 43 anos,” conta.

PEDIDO DE AJUDA

A palavra de Deus nos leva a viver em liberdade e tudo que toma conta da vida de alguém e o prejudica não vem de Deus, e com base nesse entendimento a Universal leva vida e liberdade para os que estão sofrendo, seja pela rádio, televisão, jornal ou internet. E foi através de um meio de comunicação, que Maire conheceu a igreja e decidiu buscar ajuda.

“Cheguei na igreja em 2018, e comecei a participar das reuniões. Teve um dia que a igreja organizou um trabalho social e foi através desse trabalho com os moradores de rua, que eu pude ver claramente o que está por trás de um vício.

Conversei com o pastor e ele me orientou, fui sincera e a partir daquele dia eu decidi dizer não. Busquei forças em Deus e fui liberta do mal que me acompanhava desde criança”, disse.

Maire já tinha tentado parar de fumar várias vezes mas só com força de Deus pôde conquistar essa vitória.

“Hoje vivo em novidade de vida e a cada dia sinto-me mais forte e feliz. Deus tem cuidado de mim em cada detalhe e me dá forças para seguir em frente. Sou uma nova pessoa, faz 10 meses que estou liberta do vício graças a Deus,” finalizou.

Encontre uma Universal mais perto de você. 


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Redação  


reportar erro