Notícias | - 8:00 am


“Eu cortava-me com pedaços de vidro e brigava com todos ao meu redor.”3 min read

“Eu cortava-me com pedaços de vidro e brigava com todos ao meu redor.”

Eu era uma pessoa muito insegura, não tinha esperança para o futuro e não acreditava que seria capaz de fazer algo de bom na minha vida. Quando era criança, sentia muita raiva pois achava que ninguém me amava. Eu me sentia rejeitada por tudo e todos, até por meus familiares e amigos. Em busca de atenção, eu quebrava as coisas dentro de casa, cortava-me com pedaços de vidro e brigava com todos ao meu redor.

À medida que eu cresci, procurei suprir essa falta de atenção nos homens. Por causa disso, acabei em um relacionamento abusivo, no qual sofria abuso físico e várias traições. Fiquei ainda mais insegura e deprimida. Comecei a usar roupas provocantes, beber, ir para baladas e usar drogas diferentes para tentar parar todo aquele sofrimento. Por duas vezes, eu quase tive overdose. Tudo isso, buscando preencher o vazio e a falta de atenção que eu sentia, mas nada resolvia.

Quando cheguei à igreja, estava grávida e, naquela época, não queria nada com Deus, fui apenas para agradar a minha mãe, que já frequentava a igreja. Fui convidada para o grupo jovem (YPG) muitas vezes, mas sempre me recusava a ir. Depois que minha filha nasceu, voltei ao mesmo estilo de vida, com drogas, bebidas e festas. Eu voltava a igreja de vez em quando, depois de fumar maconha e de beber na noite anterior, o que não adiantava nada pois não dava ouvidos ao que era ensinado nas reuniões.

Eu vivi assim por alguns anos, até um domingo em que eu me sentei na reunião e pensei na vida que eu estava levando. Decidi que era o momento de dar um basta na situação que estava vivendo. Eu realmente queria provar do poder de Deus em minha vida, conhecer de fato o Deus que tanto ouvia falar. Comecei a fazer as correntes de oração pela minha libertação, tornei- me mais firme na igreja e comecei a participar do grupo jovem, quanto mais meu relacionamento com Deus se fortalecia, mais paz e felicidade eu sentia. Durante este período de buscar mais a Deus, eu estava em um relacionamento muito sério com o pai da minha filha. Nós nos amávamos muito e planejávamos casar. Mas nesta época, ele se envolveu em um acidente de carro e veio a falecer na mesma hora. Nunca tinha sentido a dor de perder alguém próximo, foi um momento muito difícil, mas continuei com o meu foco em Deus. A dor não abalou a minha fé.

Graças ao batismo no Espírito Santo, tornei-me a mulher forte que sou hoje e superei todo esse sofrimento. Hoje tenho alegria, paz e a sede de levar aquilo que recebi, que é a presença de Deus, para as outras pessoas que ainda estão sofrendo.

Amanda Martinez

Central Falls, RI


“Eu cortava-me com pedaços de vidro e brigava com todos ao meu redor.”

“Eu cortava-me com  pedaços de vidro e brigava com todos ao meu redor.”

Encontre uma Universal mais perto de você. 

 


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Redação  


reportar erro