Notícias | - 3:05 am


Espelho Seu4 min read

Poucas mulheres sabem o poder de se autoconhecer

Espelho Seu4 min read

A mulher repara em si mesma quase todos os dias: ao olhar no espelho, ao se vestir, ao tomar banho, ao passar creme na pele… Ela pode notar no rosto algumas ruguinhas ou a espinha que acabou de nascer. Pelo corpo, vê as cicatrizes da infância, algumas estrias e a celulite que insistem em continuar onde estão. Talvez cabelos em transição, um sorriso acanhado, um olhar tranquilo… O fato é: você pode até notar tudo isso, mas será que consegue “se enxergar”? Você se dá conta ou se permite sondar o que realmente se passa em seu interior?

Será que consegue notar que aquela cicatriz da infância não a marcou apenas do lado de fora, mas por dentro também? é capaz de se perdoar por algo que fez ou que nunca pôde fazer?

Muitas mulheres simplesmente aceitaram o que aconteceu de ruim em suas vidas e se tornaram reféns de um passado que só lhes causa dor. No meio de tudo que as sufoca, não sobra espaço para que enxerguem o próprio potencial e a mulher incrível que realmente são. Mal sabem que podem dizer adeus a tudo o que as puxa para baixo e se encher de coragem para construir uma nova história.

Se perceba

Para as que querem afogar os próprios medos e largar de vez a vida de fraquezas e fracassos, o projeto Raabe idealizou um curso intitulado Autoconhecimento. “O Raabe trabalha com mulheres que sofreram traumas psicológicos ou físicos, mulheres que foram rejeitadas, maltratadas pela família, pelo namorado, pela convivência. Mulheres que guardam dentro de si um trauma, como uma barreira”, pontua Carlinda Tinôco, responsável pelo projeto na zona sul da capital paulistana.

Segundo ela, o projeto ajuda a mulher a trazer à tona seus complexos e medos, para que consiga superá-los. “é o entendimento de si que permite confrontar pavores, saber os próprios limites, reconhecer fortalezas e provocar crescimentos. O curso é uma varredura interior.”

Ela adianta o que esperar do curso, que é composto por temas semanais. “Primeiro começamos pela casa, pelo interior, porque é o autoconhecimento. Depois, falamos sobre filhos, pais, marido. O curso é direcionado para a mulher, embora mostremos pontos que vão favorecer a todos.”

A responsável pelo projeto conta que também precisou tratar de seus medos para poder crescer como pessoa. “Eu vivenciei traumas de infância, mas chega um momento que temos que amadurecer e nos questionar. Foi o que eu fiz. Aprendi que quando tiro de mim sentimentos negativos que provocam confusão tudo se torna mais fácil”, relata.

Dessa forma, ao se conhecer, a mulher consegue viver mais feliz e realizada. “Vão existir tribulações? Vão. Não é fácil a vida de uma mulher que luta, que batalha pelo casamento, por seus filhos, por sua casa. Mas, quando se tem um equilíbrio, as coisas fluem bem melhor”, diz Carlinda, que finaliza dizendo que “autoconhecimento é isso: a mulher se olhar no espelho e enxergar a imagem de Deus dentro dela. é conhecer a si mesma. Quando me conheço, eu faço a diferença”, completa.

Talvez você ache que não precisa do curso porque não viveu traumas ou abusos no passado, mas percebe que é uma pessoa confusa, dependente da opinião dos outros, escrava de padrões ou palavras que aceita de forma gratuita, é fraca emocionalmente. Se não sabe o que quer, nem entende sua maneira de agir, eis aí uma prova de que essa oportunidade também pode ser abraçada por você. Participe do curso e tenha a chance de se conhecer melhor!

Autoconhecimento

O curso é composto por cinco aulas, ministradas semanalmente todas as terças-feiras, com duração de 45 minutos, em várias localidades. Em São Paulo, ele também acontece no Templo de Salomão. O curso é gratuito e aberto ao público feminino. Confira os endereços e saiba mais pelo site www.godllywood.com/projetoraabe/, pelo telefone 95349-0505 ou envie um e-mail para projetoraabe@gmail.com. As inscrições já estão abertas!

O Godllywood visa auxiliar mulheres em toda e qualquer situação, desde que ela deseje realmente ser auxiliada e moldada para uma mulher melhor. Conheça mais sobre o grupo e saiba como participar dos projetos clicando aqui.


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Flavia Francellino / Foto: Fotolia 


reportar erro