Notícias | - 10:10 am


Entrevistas para visto dos EUA estão esgotadas até dezembro de 20223 min read

Entrevistas para visto dos EUA estão esgotadas até dezembro de 2022

O calendário de entrevistas para obter o visto americano, necessário para viajar para os Estados Unidos, está sem datas disponíveis até dezembro de 2022. 

A retenção é gerada pelo fechamento dos consulados americanos no Brasil por causa da pandemia do coronavírus. Apesar da notícia de reabertura das fronteiras do país a partir de 8 de novembro, os consulados têm dificuldades para dar conta da demanda. A Embaixada americana diz que no próximo mês os vistos voltarão a ser emitidos, mas não informou novas datas para entrevistas que ainda serão marcadas.

Antes de os consulados fecharem por causa da pandemia, a espera entre o agendamento e a entrevista, necessária no processo de obter o visto, durava, em média, 15 dias. Agora, quem deseja viajar ao país e precisa obter ou renovar o documento precisa aguardar até um ano e 2 meses. A exceção são os vistos de estudantes e de pessoas em situações emergenciais.

A retenção é vista com preocupação pelo Ministério das Relações Exteriores, principalmente neste momento de reabertura de fronteiras. O Itamaraty afirmou ao Estadão que está em diálogo com a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil para diminuir a retenção do processo de obtenção de visto, mas que o governo americano é soberano quanto à organização do fluxo de atendimento.

Já a Embaixada americana disse trabalhar “para retomar os serviços rotineiros de vistos de forma segura o mais rápido possível”. Mas, conforme o órgão, a crise sanitária e a restrição de viagens “ainda impactam no número de vistos processados em nossa embaixada e consulados”.

A representação diplomática americana disse ainda que os atendimentos retornarão a partir de novembro, mas não definiu os procedimentos específicos para a retomada. 

Desde que os Estados Unidos anunciaram a intenção de reabrir as fronteiras para viajantes estrangeiros, o número de brasileiros interessados em viajar ao país cresceu 400%, segundo agências de viagens.

Entretanto, os interessados esbarram na dificuldade para obter ou renovar o visto, já que muitos perderam a validade durante a pandemia. A perspectiva é de que a busca aumente ainda mais com a confirmação da data de reabertura das fronteiras dos EUA, feita no último dia 15.

Magda Nassar, presidente da Associação Brasileira de Agência de Viagens (ABAV), afirmou que as empresas têm se reunido com os consulados para ter um plano que diminua a retenção. Ela acredita que os consulados vão facilitar pelo menos o processo de quem busca renovar o visto. “O interesse maior é do destino, para receber consumidores, então acreditamos que eles devem facilitar esse processo para alterar o fluxo”, disse.

Em 2019, 2,1 milhões de brasileiros foram aos Estados Unidos, de acordo com o relatório do Departamento Nacional de Viagens e Turismo americano. Trata-se do segundo destino internacional mais procurado no Brasil, atrás somente da Argentina. “O brasileiro é um consumidor que gasta muito nos Estados Unidos. Para eles, é muito benéfico que esses vistos sejam adiantados”, acrescentou Magda. Com informações do Estadão.

Encontre uma Universal mais perto de você. 


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Fonte: Gazetanews.com 


reportar erro