Notícias | - 3:15 am


“Ele ameaçou destruir a minha carreira e tirar os meus filhos de mim”3 min read

Ex-integrante do grupo Spice Girls denuncia agressões do ex-marido

“Ele ameaçou destruir a minha carreira e tirar os meus filhos de mim”3 min read

Após muitos anos tentando, finalmente a cantora e dançarina Melanie Brown conseguiu uma ordem de restrição contra o seu ex-marido, Stephen Belafonte.

A artista, que ficou conhecida como Mel B após fazer parte do grupo Spice Girls, diz que Stephen a agredia desde 2007, quando a segurou pelo pescoço, a derrubou no chão e a bateu contra o piso repetidas vezes. Ela conta que, naquele momento, ele afirmou que a cada novo sucesso dela como cantora ele a agrediria, demonstrando “quem estava no comando”.

Segundo Mel, a partir dali, as agressões se repetiram tanto dentro de casa quanto em público. Em 2012, Belafonte abriu os lábios da moça com um murro após uma crise de ciúmes, pouco antes de ela subir no palco do programa de televisão “The X Factor”. Também em 2012, após a cantora se apresentar na abertura da Olimpíada de Londres, ele a agrediu, esfregando o seu rosto contra o tapete tantas vezes que lhe causou queimaduras.

A cantora ainda acusa o ex de violentá-la outras vezes, obrigá-la a participar de relações sexuais a três, portar armas ilegalmente, engravidar a babá que trabalhava na casa deles e de usar o dinheiro da artista para pagar um aborto.

“Ele me ameaçou com as suas agressões e prometeu destruir a minha vida de todas as maneiras possíveis”, afirmou Mel à Justiça, de acordo com o site TMZ. “Ele ameaçou destruir a minha carreira e tirar os meus filhos de mim.”

Vida de medo

Melanie já tinha dois filhos quando se casou com Stephen, em 2007. Na época, o mais velho tinha 8 anos de idade e a mais nova era recém-nascida. Com Stephen, ela engravidou de seu terceiro filho, hoje com 5 anos. Apesar de todas as agressões, a cantora lutava para manter a família unida.

No oitavo ano de relacionamento, Mel passou a tentar o divórcio. Stephen não permitiu, ameaçando divulgar na internet vídeos íntimos da moça. Foram 10 anos convivendo com o medo e as agressões.

“Ele ameaçou destruir a minha carreira e tirar os meus filhos de mim”Todos os dias, milhares de mulheres são agredidas por seus parceiros. Somente no Brasil, 405 esposas são violentadas diariamente pelos maridos. Muitas delas esperam que o companheiro mude de atitude sem tomar providências, outras chegam a se culpar pela agressão. é importante ressaltar que, em qualquer circunstância, a culpa nunca é da vítima, e é preciso tomar uma atitude a respeito.

“Reportá-lo na polícia é a primeira coisa”, afirma o escritor Renato Cardoso, autor do livro “Casamento Blindado”. “Ele errou, ele não tem controle, ele tem que responder diante da Lei. Então você tem que reportá-lo e você tem que buscar um lugar de segurança.”

Renato e a esposa, a também escritora Cristiane Cardoso, explicam que não se pode esperar por uma segunda agressão para tomar providências. é preciso agir ao primeiro sinal de violência. Do contrário, o homem acreditará que sempre poderá se exaltar a esse ponto, e nunca será punido.

“Preste atenção: não há desculpa para abuso em um relacionamento”, alerta Renato. “E não caia naquela ideia: ‘Ah, mas eu não casei para me separar.’ Por favor! Por favor! Nós estamos falando da sua vida aqui. Não há sentido em você continuar um relacionamento em que você está sendo agredida. Ele pode mudar? Pode. Mas, para ele mudar, primeiro você tem que se proteger. E você saindo desse relacionamento é uma das maneiras mais eficazes de mostrar que ele tem que buscar ajuda. Não é continuando, esperando, que o seu companheiro vá mudar, não”, destaca Renato.

Não importam as ameaças que o homem faça, a mulher deve procurar a polícia e sair de casa imediatamente. Vá para onde tenha segurança, como a casa de um familiar ou de um amigo, por exemplo.

Assista ao vídeo abaixo com a opinião completa de Renato e Cristiane Cardoso sobre esse tema:

Compartilhe nas redes sociais.


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Andre Batista / Imagens: Reprodução Instagram @officialmelb e Reprodução Facebook @officialmelb 


reportar erro