Notícias | - 2:52 pm


Cuidado com a boca1 min read

Leia a mensagem de hoje do livro “O Pão Nosso para 365 dias”

Cuidado com a boca

“Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, e sim unicamente  a que for boa para edificação, conforme a necessidade, e, assim,  transmita graça aos que ouvem.” (Efésios 4.29)

O versículo de hoje é muito usado para alertar os cristãos a não falarem palavrão. No entanto, “palavra torpe” é muito mais do que palavrão ou palavras de baixo calão. Palavra torpe é toda palavra que não é boa para edificação. Palavras de dúvida, palavras negativas, palavras maliciosas, palavras depreciativas.

Fale coisas boas, palavras que edificam, palavras de fé, conforme a necessidade – seus lábios não precisam se mover o tempo todo. Melhor falar palavras úteis do que falar palavra torpe. Mas é melhor não falar nada do que falar abobrinha.

Que tal a partir de hoje limitar as palavras que saem de sua boca (ou de seu teclado, no caso das coisas que escrever na internet ou no celular) apenas àquilo que é positivo e capaz de edificar e transmitir graça aos que ouvem? Nada de transmitir desgraça. Esqueça as reclamações, as murmurações, as fofocas e as palavras negativas e de desânimo. Monitore suas palavras e seus pensamentos. Mantenha a mente fixa na Palavra de Deus.

“Tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento.” (Filipenses 4.8)

Monitore seus pensamentos e limite suas palavras ao que for útil.

 (*) Fonte: livro “O Pão Nosso para 365 dias”, do Bispo Edir Macedo

 

Encontre uma Universal mais perto de você.


reportar erro