Notícias | - 12:05 am


Construindo um sonho, tijolo por tijolo2 min read

Idoso pedalava 42 quilômetros todos os dias para estudar Direito

Construindo um sonho, tijolo por tijolo2 min read

Às vezes, as pessoas se perguntam o que estão dispostas a fazer para concretizar um sonho, mas, quando enxergam muitas barreiras, desistem. Contudo, a história de um senhor de 64 anos mostra o que é preciso para transformar uma ideia em realidade. Morador de Cariacica, no Espírito Santo, o pedreiro Joaquim Corsino (foto ao lado) pedalava até Vitória para estudar na faculdade de Direito. Somando ida e volta, ele percorria diariamente 42 quilômetros, distância que equivale a uma maratona, palavra que descreve bem a trajetória de Joaquim até conseguir se formar.

Nascido em Itaumirim, em Minas Gerais, ele chegou ao Espírito Santo depois de completar a maioridade. Dois anos mais tarde, terminou um curso técnico em Administração e, depois de não ser aprovado no vestibular de Ciências Contábeis da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), em 1980, foi obrigado a abandonar os livros e trabalhar.

Começou como ajudante de pedreiro e depois pedreiro. A cada tijolo que assentava, ele guardava parte do dinheiro que ganhava e conseguiu construir sua casa e ainda juntar R$ 55 mil para poder estudar. “Sempre quis fazer um curso de Direito para ajudar outras pessoas”, conta Joaquim.

Em 2008, iniciou a graduação em uma faculdade privada, mas adiou o sonho por mais um tempo. “Um amigo pediu R$ 4,5 mil emprestados e não pagou. Tive que parar a faculdade para juntar mais dinheiro para poder pagar o curso todo”, relata.

Mas há quatro anos Joaquim retomou os estudos e não parou mais. Para os que pensam que o sonho dele já se concretizou, ele faz questão de afirmar que não. Seu próximo objetivo é ser aprovado pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e, em seguida, se tornar delegado. “A Constituição no artigo 5o. fala que todos têm direitos iguais e eu gostaria de contribuir para isso”, destaca.

Joaquim transformou a condição social, a falta de dinheiro, a idade e até mesmo a cor da pele, em virtude do preconceito alheio, em combustíveis para concretizar seu plano, ao passo que muitos se valem de desculpas para não fazer nada de suas vidas e se mantêm reclamando da falta de oportunidades. Joaquim é um exemplo de esforço e perseverança a ser seguido. A história dele nos ajuda a lembrar que cada um é do tamanho do seu sonho. Basta querer, batalhar e acreditar sempre.


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Eduardo Prestes / Foto: Reprodução 


reportar erro