Notícias | - 3:05 am


Como controlar as taxas de colesterol de forma saudável3 min read

Os seus hábitos podem contribuir para a prevenção de doenças

Como controlar as taxas de colesterol de forma saudável3 min read

Está com o colesterol alto? O diagnóstico assusta e causa preocupação. Mas, afinal, o que é e quais são os prejuízos que ele pode causar ao organismo?

O colesterol é um lipídio, um tipo de gordura produzida pelo corpo e que possui importantes funções, como a produção de hormônios que participam da regulação do metabolismo, vitamina D e ácidos biliares. Cerca de 70% do colesterol é produzido pelo fígado e os outros 30% são provenientes da dieta.

A nutricionista comportamental Patrícia Cruz explica que existem dois tipos diferentes de colesterol: o “bom”, conhecido como HDL, e o “mal”, denominado LDL.

O LDL é composto por substâncias que se transportam do fígado para os tecidos dos músculos e dos órgãos. Quando estão em excesso, podem acumular-se nas paredes dos vasos sanguíneos e desenvolver um processo inflamatório. Por isso, são chamadas de mau colesterol.

O HDL, por sua vez, é composto por substâncias que deixam os vasos sanguíneos e seguem em direção ao fígado, desta vez para serem eliminadas. Funcionam como “agentes de limpeza” do organismo.

Tanto o LDL quanto o HDL são necessários ao bom funcionamento do corpo, mas precisam estar em quantidades adequadas para não prejudicar o organismo.

Quais os riscos?

A nutricionista explica que os níveis alterados de colesterol podem apresentar perigo cardiovascular. “Os níveis de colesterol HDL maiores do que 60 mg/dL caracterizam um fator protetor. Os níveis desejáveis de LDL variam para cada paciente. Por isso, eles devem ser avaliados individualmente. Devem ser considerados os fatores de risco para doenças vasculares e o histórico pessoal e familiar”, completa.

O aumento no nível de colesterol não costuma ter sintomas. Por isso, é importante manter o acompanhamento médico para controle e manutenção das taxas saudáveis de gordura no sangue.

O controle

Para reduzir os níveis do mal colesterol, a nutricionista revela que é preciso fazer uma seleção adequada da quantidade e frequência do consumo de determinados alimentos. “Evite consumir gordura saturada, como carnes gordas, leite integral, manteiga, frituras e empanados; alimentos ricos em gordura trans, pães amanteigados, biscoitos recheados e salgadinhos industrializados.”

Para controlar os níveis de forma saudável, é importante consumir peixes ricos em ômega 3, como salmão, atum ou bacalhau. A substância auxilia no controle e na redução do colesterol e dos triglicérides. Oleaginosas, como nozes, castanhas e amêndoas, são ricas em gorduras poli-insaturadas e também ajudam a circulação sanguínea e reduzem o LDL.

A nutricionista reitera, ainda, que é preciso fazer uma mudança no estilo de vida, como praticar atividades físicas, controlar o peso e cultivar bons hábitos alimentares.

Cuide de você. A sua saúde agradece.

Dica da especialista

– Reduza as gorduras saturadas, como carnes gordas, queijos amarelos, manteiga, leite integral e derivados, pele de aves

– Consuma aveia diariamente. Ela diminui a absorção do colesterol no intestino, reduzindo as concentrações no sangue

– Coma frutas e vegetais folhosos

– Substitua as preparações fritas e empanadas por assados e grelhados.

– Cozinhe com pouco óleo vegetal

– Consuma peixe pelo menos 2x/semana

Fonte: Patrícia Cruz, nutricionista


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Kelly Lopes / Foto: Fotolia 


reportar erro