Notícias | - 3:00 am


Clamor pelas Nações no Templo de Salomão3 min read

Bispos e pastores do Brasil e do mundo reunidos para orar pelos pedidos de todo o povo

Clamor pelas Nações no Templo de Salomão3 min read

Neste sábado (22), às 10h da manhã, no Templo de Salomão, o Bispo Edir Macedo realizou uma reunião especial com bispos e pastores do Brasil e do mundo, a fim de realizar um forte clamor pelos pedidos do povo.

Antes de clamar por todos, o bispo leu a passagem bíblica de Gênesis 14:18-20, que diz: “E Melquisedeque, rei de Salém, trouxe pão e vinho; e era este sacerdote do Deus Altíssimo. E abençoou-o, e disse: Bendito seja Abrão pelo Deus Altíssimo, o Possuidor dos céus e da terra; E bendito seja o Deus Altíssimo, que entregou os teus inimigos nas tuas mãos. E Abrão deu-lhe o dízimo de tudo.”

E explicou: “Quando Melquisedeque abençoou Abraão, passou para ele a sua natureza divina, pois ele era rei de Salém, rei de justiça, para fazê-lo também sacerdote. Para que, por meio de Abraão, Deus constituísse um Reino de Sacerdotes”.

O Bispo fez questão de alertar que um sacerdote é muito mais do que qualquer autoridade dentro da Igreja, mas, para Deus, o sacerdote é aquele que carrega consigo a divindade, autoridade, o poder para abençoar às demais pessoas que não são sacerdotes, aquelas que não conhecem a Luz. “Abraão não foi ao encontro de Melquisedeque, mas o contrário. Assim também não fomos nós ao encontro de Jesus, mas Jesus que veio ao nosso encontro, Quem nos escolheu.”

A mesma coisa se deu com outros tantos, inclusive com Gideão. Não foi Gideão ao encontro do anjo, mas o anjo ao encontro de Gideão. Não foi Davi ao encontro de Deus, mas Deus ao encontro de Davi e assim sucessivamente. De acordo com o Bispo, o fato que não pode ser deixado de lado é de que foi Deus Quem fez de nós tão sacerdotes quanto Melquisedeque.

“Não fomos chamados para satisfazer os nossos desejos, para curar, libertar, apenas, mas para ser sacerdotes. Como sacerdotes, temos a obrigação de ser uma pessoa justa, assim como foi Melquisedeque, quer dizer, sem pecado, viver uma vida limpa, reta, para exercer a função de sacerdote do Altíssimo. Temos a obrigação de estar lavados, purificados no sangue do Sumo Sacerdote Jesus”, destacou.

Ainda sobre o assunto, o Bispo alertou que a razão pela qual muitos pastores são fracassados moralmente está porque carregam o pecado. Isto é, a malícia dentro de si, o amor a este mundo, a vaidade pessoal, o desejo de serem reconhecidos entre as demais pessoas, tudo o que o reino deste mundo quer.

“Se você tem sido um fracassado, é bom que você faça uma avaliação da sua vida. Avalie seus pensamentos, suas intenções, avalie-se a si mesmo, estamos aqui para clamar pelo povo, mas antes disso, temos que clamar por aqueles que estão fazendo a Obra de Deus de forma relaxada e fazendo apenas por questão econômica, pessoal, familiar e não por questão espiritual”. Após essa palavra, o Bispo chamou à frente do altar os que queriam se libertar de todo sentimento maligno e buscar por uma renovação espiritual.

Em seguida, realizou o forte clamor por todos, ao lado de bispos e pastores no altar do Templo, determinando: “Sejam livres os entes queridos, os familiares, sejam transformados, haja prosperidade, restauração, milagres, que o nome do Senhor Jesus seja exaltado em todas as nações”. Assista abaixo a reunião completa:


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Cinthia Meibach/ Foto: Demetrio Koch 


reportar erro