Notícias | - 3:00 am


Cientistas descobrem DST incurável3 min read

Muitas doenças se proliferam devido à banalização da relação sexual. Entenda por que o ato deve ser preservado

Cientistas descobrem DST incurável3 min read

Japão, França e Espanha apresentaram nos últimos meses uma doença incurável: a gonorreia. Apesar de constar em registros médicos desde 1611 e possuir tratamento desde meados do século XIX, a doença tem sofrido mutações genéticas tão poderosas que, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), já existem casos impossíveis de serem curados com os medicamentos utilizados atualmente.

A OMS tem chamado as novas versões da enfermidade de “supergonorreia”, e não à toa: segundo as pesquisas realizadas em 77 países, está cada vez mais difícil desenvolver um tratamento eficiente.

Ao jornal inglês The Sun, a especialista em reprodução humana Teodora Wi declarou: “A bactéria que causa a gonorreia é esperta. Toda vez que usamos uma nova classe de antibióticos para tratar a infecção, ela evolui para resistir a eles. ”

Atualmente, cerca de 78 milhões de pessoas contraem gonorreia a cada ano, sendo que só existem duas maneiras de contágio: durante o parto, onde a mãe transmite para o filho, ou por relações sexuais sem a proteção necessária.

Proteção contra DSTs

Existem várias opções de produtos que tentam prevenir a proliferação de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). Entretanto, nenhum deles oferece 100% de segurança. Quem contrai gonorreia pode ficar estéril, desenvolver doenças inflamatórias, sofrer com uma gravidez ectópica (que ocorre fora do útero) ou mesmo ter o risco de contrair HIV aumentado. Quem contrai outras doenças, como a supergonorreia e o HIV, pode sofrer consequências ainda mais catastróficas.

Esse é um dos motivos pelos quais a relação sexual não pode ser vista como algo vulgar. O escritor Renato Cardoso, autor do best seller “Casamento Blindado”, afirma que “a banalização do sexo trouxe uma conotação de algo que você pode ter com qualquer pessoa”, o que não é verdade.

Renato explica que “o ato conjugal, conforme idealizado por Deus, é o ápice do conhecimento mútuo entre o homem e a mulher. é o encontro e a troca de corpos, almas e espíritos. ” Como “troca de almas e espíritos”, as pessoas compartilham seus sentimentos, emoções, caráteres, conhecimentos, compartilham a si mesmos. Já como “troca de corpos” um oferece ao outro tudo aquilo que acumulou durante toda a vida, inclusive a experiência sexual e as temidas DSTs.

Muitas doenças já existem e se proliferam devido à banalização da relação sexual, e outras mais estão surgindo. Como comprovou a OMS, até mesmo doenças já conhecidas e facilmente tratadas estão se mostrando cada vez mais perigosas.

Portanto, antes de se deixar guiar pelos impulsos e aceitar se relacionar sexualmente com uma pessoa antes do casamento, reflita muito bem. Se você tem dúvidas a respeito desse e de outros assuntos relacionados à vida amorosa participe da Terapia do Amor, reunião que acontece todas as quintas-feiras, na Universal, e é destinada a solteiros, namorados e casados. Em São Paulo, a palestra acontece no Templo de Salomão, em três horários: às 10h, 15h e 20 horas, na Avenida Celso Garcia, 605, zona leste da capital paulista. Não perca!

Você também pode adquirir o DVD Sexo em um Casamento Blindado, no qual os palestrantes Renato e Cristiane Cardoso esclarecem dúvidas e explicam, de forma descontraída e sem rodeios, pormenores da vida sexual do casal que vão abrir sua mente. Casados serão imediatamente beneficiados. Noivos se sentirão preparados para o casamento. Solteiros se sentirão mil anos-luz à frente de seus amigos. Clique aqui para adquirir.


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Andre Batista / Imagem: Thinkstock 


reportar erro