Notícias | - 11:21 am


Biden anuncia plano internacional de compartilhamento de vacina Covid – 192 min read

Biden anuncia plano internacional de compartilhamento de vacina Covid - 19

Os EUA doarão 75% de suas vacinas COVID-19 não utilizadas para o programa global de compartilhamento de vacinas COVAX apoiado pelos EUA, anunciou o presidente Joe Biden nesta quinta-feira, 3. O Brasil receberá doses via Covax, junto com outros países da América do Sul.

A Casa Branca revelou a alocação para compartilhar as primeiras 25 milhões de doses com o mundo. Ao todo, os EUA disseram que planejam compartilhar 80 milhões de doses de vacinas em todo o mundo até o final de junho.

Da primeira parcela de 25 milhões de doses, a Casa Branca diz que cerca de 19 milhões irão para a COVAX, sendo aproximadamente 6 milhões para as Américas do Sul e Central, 7 milhões para a Ásia e 5 milhões para a África. As doses marcam um impulso substancial e imediato para o esforço lento da COVAX, que até agora compartilhou apenas 76 milhões de doses com países necessitados.

Os 6 milhões restantes serão dirigidos pela Casa Branca aos aliados e parceiros dos EUA, incluindo México, Canadá e República da Coréia, Cisjordânia e Gaza, Índia, Ucrânia, Kosovo, Haiti, Geórgia, Egito, Jordânia, Iraque e Iêmen, bem como para os trabalhadores da linha de frente das Nações Unidas.

Muitos países solicitaram doses aos Estados Unidos, mas até agora apenas o México e o Canadá receberam 4,5 milhões de doses combinadas.

O tão esperado plano de compartilhamento de vacinas ocorre no momento em que a demanda por vacinas nos EUA caiu significativamente, pois mais de 63% dos adultos receberam pelo menos uma dose e as desigualdades globais no fornecimento se tornaram mais gritantes.

O governo afirma que 25% serão mantidos na reserva para emergências e para os EUA dividirem diretamente com aliados e parceiros.

“Enquanto esta pandemia se alastrar em qualquer parte do mundo, o povo americano ainda estará vulnerável”, disse Biden em comunicado. “E os Estados Unidos estão empenhados em trazer a mesma urgência aos esforços de vacinação internacional que demonstramos em casa.”

Além dessas da Pfizer, Moderna e Johnson & Johnsons, Biden se comprometeu a fornecer a outras nações todas as 60 milhões de doses da vacina AstraZeneca produzidas internamente. Essa vacina ainda não foi autorizada para uso nos EUA, mas é amplamente aprovada em todo o mundo. As doses produzidas nos EUA estarão disponíveis para envio assim que forem aprovadas uma revisão de segurança pela Food and Drug Administration.

Encontre uma Universal mais perto de você. 


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Redação  


reportar erro