Notícias | - 12:05 am


Aposentadoria não é inatividade4 min read

Quer morrer mais cedo? é só ficar parado. Saiba planejar seu tempo livre para ter qualidade de vida para você e os seus

Aposentadoria não é inatividade4 min read

Quando alguém fala sobre planejamento de aposentadoria, qual a primeira coisa que vem à sua mente? Dinheiro, não é? Sim, ele é parte bastante significativa e influencia tudo, mas pouca gente pensa na administração de outro capital importantíssimo: o tempo.

é, caro amigo que quer se tornar um homem cada vez melhor, muitos deixam para pensar o que vão fazer com aquele tempo bom que sobra só depois que se aposentam. Então, o choque da nova realidade é grande. Não são raros os caras que entram em parafuso ao se verem repentinamente “à toa”, sem horários fixos, locomoções e outros aspectos da rotina.

E isso pode ser bastante perigoso, sabia? Um norte-americano aposentado, ex-executivo de uma grande empresa de transportes aéreos, falou disso recentemente na revista American Way. Rob Britton conta no artigo que, ainda menino, viu seu avô ficar completamente perdido ao se aposentar. A inatividade tomou conta dos dias do veterano de tal forma que contribuiu para sua morte precoce, privando o neto de ter convivido mais com ele. Com o pai foi quase a mesma coisa, com a diferença de o desânimo ter aberto as portas a várias doenças. Rob aprendeu a lição número 1 no que diz respeito à aposentadoria: se diminuir bruscamente a velocidade da rotina ou deixar de fazer algo realmente significativo, você morre mais rápido. Assim, decidiu lá pelos 40 anos já planejar o que faria ao se aposentar dali a cerca de duas décadas.

Não fez planilhas quilométricas nem escreveu um calhamaço do tamanho da saga completa de O Senhor dos Anéis. Apemas anotou numa simples folha de papel que continuaria a trabalhar de alguma forma, embora em escala bem menor, em sua área, além de dedicar-se a serviços voluntários. Manter-se-ia ocupado, a mente e o corpo funcionando, e ainda ajudaria outros, que se beneficiariam de sua solicitude: os jovens que beberiam da fonte de sua experiência profissional e as pessoas necessitadas auxiliadas por seu voluntariado. Hoje, dá palestras em faculdades de administração e, em uma entidade beneficente, fabrica rampas para usuários de cadeiras de rodas.

Há algo igualmente importante. Muitos homens se entregam tanto ao trabalho que deixam a família em segundo plano. Eis que param de trabalhar e percebem que não tiveram um aprendizado, na época certa, de como ser marido, pai, avô. Nem têm amigos fora de sua esfera profissional. Assim, tornam-se somente velhos divorciados, distantes dos filhos e solitários. As relações familiares devem ser cultivadas no dia a dia, no “agora”, mesmo que aos poucos, e terão boa continuidade na aposentadoria.

Aposentadoria não é inatividadeOutra lição aprendida por Rob: a grande importância de um bom hobby. Manter a mente acesa com uma atividade que lhe dê prazer real. Você pode até fazer cursos interessantes de algo que sempre quis, mas não tinha tempo. Rob acabou juntando o passatempo e o voluntariado: aprendeu a mexer com ferramentas (o que descobriu curtir muito) e fabrica aquelas tais rampas. “Há muitas organizações que precisam de sua ajuda de alguma forma: empresas, escolas, serviço social, grupos em igrejas e até no governo de sua comunidade”, diz.

Planejando, Rob cuidou da saúde, não descuidou da família, administrou sua grana e pôde cumprir seus planos. é um feliz marido, pai e avô. “Ter algo a compartilhar com outras pessoas me manteve ativo. Amigos ainda trabalhando, que logo se aposentariam, sempre me perguntavam ‘sua vida realmente parece interessante, como você faz isso?’”, conta. Bem, a dica foi dada. A hora de planejar o amanhã é hoje. A isso, caro leitor, chamamos disciplina.

Melhor Idade

Na Universal, aposentado não tem desculpa para ficar sem o que fazer. No Grupo Calebe, homens e mulheres a partir dos 55 anos têm muitas opções de lazer, atividades físicas e culturais, cursos, passeios e dão atenção a algo importantíssimo: à saúde. Só fica parado quem quer. Alguns integrantes, inclusive, ajudam muitos outros. Saiba mais aqui.

Amanhã, hoje

Rob foi disciplinado, pensou longe e alcançou. Mas tão importante quanto pensar no que fazer em sua aposentadoria é planejar o que fará num prazo bem menor: amanhã cedo, cheio de energia e propósito. Assim agem os homens de sucesso. Veja como fazer o mesmo no Desafio #39 do Intellimen, aqui.


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Marcelo Rangel / Fotos: Fotolia 


reportar erro