Notícias | - 12:05 am


A eficácia do Desmanche Espiritual4 min read

Reunião realizada às sextas-feiras no Templo de Salomão já fez muita gente abrir os olhos para a verdadeira causa de problemas que pareciam sem solução

A eficácia do Desmanche Espiritual4 min read

Muitas pessoas têm problemas, isso é algo óbvio e até parece normal. Mas, para algumas, eles parecem sem solução. Por mais que a pessoa procure soluções e terceiros tentem ajudá-la com as melhores intenções, parece que a carga de coisas ruins não tem fim. Isso acontece porque a maioria tende a ignorar uma das principais fontes de problemas no mundo: a espiritual.

Muitos têm sofrido com a ação do mal. Eles veem a cada dia seus familiares, negócios, saúde e vida amorosa irem por água abaixo e não entendem o motivo. Percebem que os problemas se agravam a cada instante e os tornam presas fáceis espiritualmente falando. E um raciocínio simples explica tudo: se o espírito não vai bem, nada vai.

Para interceder por aqueles que querem se ver livres desses problemas e até agora não tinham achado uma solução foi criada a reunião do Desmanche Espiritual, que visa libertar todos os que não desejam ver suas vidas como bizarros brinquedos nas mãos do mal. O Desmanche é realizado em todas as Universais, às sextas-feiras, em especial no Templo de Salomão, com o bispo Clodomir Santos. Ele elucida que nem sempre a enfermidade é apenas um mal físico. “Há muita gente doente. Não de uma doença física, orgânica, mas espiritual. Nem todo doente tem problema espiritual, mas os que têm são doentes fisicamente, sofrem com algum transtorno, alguma síndrome, normalmente crônicos”, afirma.

Libertação não é só se ver livre do agente do problema espiritual, do espírito maligno, explica o bispo Clodomir. “é bem mais do que aquilo que chamam de exorcismo, que é só expulsar os demônios. Quando a pessoa se liberta, sua vida entra em outra dimensão a partir dali”, esclarece. Umas das grandes diferenças é que, a partir de então, o Espírito Santo entra em cena, como acrescenta o bispo: “o Espírito só age na pessoa quando a obra das entidades, dos encostos, é destruída em seu corpo. Daí a importância do trabalho que realizamos às sextas-feiras”, enfatiza.

E, muito importante: não só a própria pessoa atingida pelo sofrimento pode ir à reunião como pode levar peças de roupas e pertences de outros que passam por problemas. Dessa forma, é possível proteger seus familiares e amigos dos males espirituais.

A libertação

A empresária e comerciante Avelina Freire (foto abaixo) já percebe a ação das bênçãos e todos os aspectos positivos que a cercam mesmo com pouco tempo de frequência na reunião do Desmanche Espiritual.

Por cerca de 14 anos, frequentou a Universal, mas “ia por ir”. Enquanto isso, o mal acabava com sua vida. Era dependente do marido, e o casamento, que não ia nada bem, acabou após muita discórdia e muitas brigas. Os dois filhos, um rapaz e uma garota, não tinham paz, a ponto de o jovem se envolver com más companhias e usar drogas. A menina se isolava cada vez mais socialmente, sempre sozinha. Grávida, Avelina viu seu segundo marido sair de casa, além de a empresa, a loja de roupas que no início ia bem, afundar em dívidas.
Com a vida nesse pé, “no fundo do poço mesmo”, como frisa Avelina, ela procurou o Desmanche Espiritual.

Em pleno altar, com o bispo Clodomir, descobriu que era vítima de uma maldição hereditária: seu pai, cada vez mais violento, abandonou sua mãe para se unir à empregada doméstica da casa e traía a esposa com outras mulheres. O segundo marido de Avelina apresentava os mesmos “sintomas” espirituais: agressivo e intolerante.

Mal começou a frequentar o Desmanche – não como mera ‘frequentadora’, que fique claro – e já obteve respostas. “Eu até procurava Deus antes, mas do modo errado. Agora eu O vejo em minha vida”, argumenta. O filho da empresária nem parece um dia ter chegado perto de drogas, já que se livrou completamente do vício. A filha, antes quase enclausurada, conversa mais com a mãe e com todos.

Hoje, Avelina é proprietária de três lojas, que dão um lucro que a empresária nunca antes havia conhecido. “Eu não obedecia a Deus. Foi só começar a obedecer de verdade e já vejo o modo incrível como tudo mudou para melhor e ainda está mudando, visivelmente. ”

Sexta-Feira – Desmanche Espiritual

Interessado em solucionar definitivamente problemas de qualquer tipo? O Desmanche Espiritual foi feito para você e para aquelas pessoas das quais você pode levar roupas e pertences. A reunião acontece toda sexta-feira no Templo de Salomão em três horários: às 10, 15 e 20 horas. é hora de dar um basta no sofrimento.


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Marcelo Rangel / Fotos: Demetrio Koch  


reportar erro