Notícias | - 2:05 am


Mais de 300 voluntários que atuam em presídios são consagrados em Portugal2 min read

Integrantes do UNP são reconhecidos pela assistência espiritual dada aos presos. Veja como foi

Mais de 300 voluntários que atuam em presídios são consagrados em Portugal2 min read

A reunião do dia 26 de novembro, um domingo, teve um sentido especial para os mais de 300 voluntários do grupo UNP (Universal nos Presídios) em Portugal. Por todo o país, em todos os templos da Universal, eles foram consagrados pela dedicação ao trabalho voluntário que realizam nas prisões, por seus respectivos bispos e pastores. Só na igreja de Lisboa, cerca de 110 pessoas foram ungidas pelo bispo Romualdo Panceiro, líder da Universal na Europa.

Na ocasião, o bispo Romualdo citou a passagem bíblica “Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e foste me ver … E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes” (Mateus 25:36-40) e enfatizou a dificuldade dos que insistem em levar assistência espiritual aos presos e seus familiares e o quanto é importante esse trabalho.

Mais de 300 voluntários que atuam em presídios são consagrados em Portugal20 anos prestando assistência espiritual
Para quem conhece as dificuldades de se evangelizar nos presídios naquele país, dado ao rigoroso sistema de acesso, e a perseverança desses voluntários nesses 20 anos do grupo em Portugal, fez todo sentido essa consagração, dando-lhes ainda mais força e fé para continuarem.

Segundo o pastor Francisco Antonio dos Santos, coordenador do UNP no país, até há poucos meses o trabalho se intensificava fora das penitenciárias, com os familiares dos presos. Dessa maneira, eles tinham acesso à Palavra por meio de seus parentes e, aceitando a Deus, a oportunidade de ter a vida mudada.

“Há cerca de um mês, a presença dos voluntários começou a ser permitida dentro das prisões, mas ainda é difícil o contato com os detentos. Eles só podem ouvir a Palavra mediante pedido por escrito à administração e a sua autorização”, ressalta o pastor.
Sem esmorecer, essas centenas de pessoas dedicadas, agora, mandam cartas para os presos, por meio de seus familiares, orientando-os como proceder para que possam participar das reuniões com o grupo UNP.

Quando se trata de vontade de levar o Caminho a essas pessoas, não há obstáculo que desanime o grupo UNP. Prova disso é a presença de ex-detentos, hoje voluntários, levando a Palavra a ex-amigos de cela. Assista a um desses depoimentos,clicando aqui.

Universal nos Presídios
O trabalho do UNP existe há 30 anos e tem se expandido mundialmente, sob a coordenação do bispo Eduardo Guilherme. Para saber mais sobre as ações do grupo acesse e curta a página oficial do bispo Guilherme no Facebook. Para outras informações ou como se tornar um voluntário, procure a Universal mais perto de sua casa, clicando aqui.


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Maria do Rosário / Fotos: Cedidas pelo UNP de Portugal 


reportar erro