Notícias | - 3:15 am


Por que o diabo se faz de fraco?5 min read

Entenda essa estratégia

Por que o diabo se faz de fraco?

Você já deve ter ouvido histórias sobre pessoas que, para conseguirem o que queriam, fingiram ser quem não eram. O diabo faz o mesmo, e é possível que, neste exato momento, esteja agindo disfarçadamente em sua vida.

Se tem uma coisa que o nosso principal inimigo não é, é fraco. Se fosse, por que teríamos necessidade do poder de Deus para vencê-lo? E se tem uma mentira que ele precisa que você acredite, é justamente essa, a de que ele é fraco, pois isso faz parte de sua estratégia para lhe derrotar.

O bispo Jair Barbera (foto abaixo), responsável pelo trabalho evangelístico da Universal no Japão, explica que, se o diabo vier com toda a força dele sobre a vida de uma pessoa, também ela irá reagir com toda a sua força, fazendo nascer com isso uma revolta dentro de si contra aquela situação criada pelo mal. Naturalmente ela irá se apegar a Deus, e vencer o diabo. “Por isso a estratégia do diabo é se mostrar fraco, para que as reações das pessoas também sejam fracas, levando-as a aceitar o sofrimento e os problemas como situações normais da vida”, destaca o bispo.

Disfarçados

Um exemplo bíblico desse tipo de estratégia, dado pelo bispo Jair, pode ser lido no livro bíblico de Josué. O povo de Gibeão — os gibeonitas —, diante da fama que o povo hebreu alcançou com vitórias humanamente impossíveis de alcançar, como a sobre Jericó, e que nenhum povo seria páreo para eles, criou um estratagema: antes de viver a vergonha de uma derrota, fingiu ser um povo vindo de uma terra distante e se colocou à disposição para servir o povo hebreu. Mas, na verdade, os gibeonitas eram inimigos, que queriam a morte de Josué e do povo de Israel. Ao se mostrarem fracos, esperavam que Josué também se mostrasse fraco para com eles. E foi exatamente o que aconteceu (leia a história na Bíblia, em Josué 9.3-27). “Josué e o povo não consultaram Deus a respeito daquele povo que estava ali e deixaram eles viverem no meio do povo hebreu, e eles atrasaram a vida de Josué durante muito tempo”, explica o bispo

O diabo se disfarça de fraco com a intenção de fazer o que ele sabe e quer, que é matar, roubar e destruir, mas, para que a pessoa não perceba, ele finge fraqueza e a pessoa, então, não usa a fé que tem da maneira correta.

Em uma guerra, o país oponente não usará munições desnecessariamente. Inconscientemente fazemos o mesmo. O diabo faz você pensar que a situação não pede uma reação mais firme da sua parte, e com isso você não luta com as armas que a fé pede: jejuns, orações, meditações na Palavra de Deus, idas mais frequentes à igreja.

O bispo alerta, porém, que não basta só ir à igreja e dizer crer em Deus; se não houver uma reação à altura que os problemas merecem, a pessoa fará parte do grupo daqueles que não contarão testemunho de vitórias. “Há tantos anos ela conhece a Palavra de Deus e não vê se cumprir na vida dela as promessas, sabe por quê? Não é porque Deus não quer responder, é porque ela está nesse estratagema do diabo.”

Pergunte a si mesmo

O bispo ensina a maneira correta de uma pessoa se posicionar diante da atual situação em que a sua vida se encontra: questionar-se. “Pergunte-se se o seu casamento é o casamento de um filho de Deus? Se a sua vida financeira é o que Deus quer para os Seus filhos? Será que é isso que o Senhor quer? Porque eu, como pai, não quero ver o meu filho passar apertos, nem necessidades, vivendo de baixo de uma escravidão para comer migalhas. Você quer, como pai, como mãe? Com certeza não.”

é tão importante essa reflexão que, se não for feita, a pessoa vai achar que os seus problemas são resultado de tudo, de uma crise econômica, política, que o problema é o fulano ou beltrano, menos que é o próprio diabo atuando. Disfarçar é uma especialidade do diabo e, para destruir a sua vida, ele faz qualquer coisa:

“E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz. 2 Coríntios 11.14

Esteja atento a tudo que lhe acontece. Mesmo situações aparentemente boas podem estar lhe afastando de Deus. Cuidado. “Se o diabo puder, ele vai até facilitar para você ganhar muito dinheiro, longe de Deus, não com Deus. Não caia no estratagema do diabo. Ele não quer que você vá à igreja, ele não quer que você busque a Deus, ele não quer que você seja Salvo, ele não quer que você receba o Espírito Santo, ele não quer a sua família salva. Ele quer matar, roubar, destruir. Você tem que usar a fé, não com fraqueza.”

De início, diante da sua disposição em lutar com todas as suas forças em tudo o que fizer (nos jejuns, nas orações, na meditação diária da Palavra de Deus, nos seus dízimos e ofertas, enfim, na sua entrega a Deus), pode parecer que os problemas estão ficando piores, mas não se engane, é só o diabo vendo que você não está acreditando que ele não está por trás daquela situação. Continue perseverando com toda a sua força, porque a vitória estará mais próxima do que você imagina.

Compartilhe essa mensagem com seus amigos e familiares. Eles também precisam ser alertados.


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Núbia Onara / Foto: Thinkstock 


reportar erro