Notícias | - 3:15 am


Leia a Bíblia em 1 ano – 89º dia11 min read

íŠxodo 40, João 20 e Provérbios 17

“O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento…” Oséias 4.6

Conhecer a Bíblia é muito importante para todos nós, especialmente nos momentos mais difíceis de nossas vidas, pois Deus fala conosco por meio de Sua Palavra. O Espírito Santo nos conduz, nos orienta, e quando passamos por tribulações, Ele nos faz lembrar do que está escrito na Bíblia, de uma Palavra de Deus que nos conforte. Mas só nos lembraremos se tivermos conhecimento Dela.

Por isso, elaboramos um plano para que você leia a Bíblia em 1 ano. Se você ainda não começou, clique aqui e comece agora, não deixe para amanhã. Você verá o quanto isso transformará a sua vida.

Se você já está nesse propósito, acompanhe a leitura de hoje:

íŠxodo 40

1. Falou mais o Senhor a Moisés, dizendo:

2. No primeiro mês, no primeiro dia do mês, levantarás o tabernáculo da tenda da congregação,

3. E porás nele a arca do testemunho, e cobrirás a arca com o véu.

4. Depois colocarás nele a mesa, e porás em ordem o que se deve pôr em ordem nela; também colocarás nele o candelabro, e acenderás as suas lâmpadas.

5. E porás o altar de ouro para o incenso diante da arca do testemunho; então pendurarás a cortina da porta do tabernáculo.

6. Porás também o altar do holocausto diante da porta do tabernáculo da tenda da congregação.

7. E porás a pia entre a tenda da congregação e o altar, e nela porás água.

8. Depois porás o pátio ao redor, e pendurarás a cortina à porta do pátio.

9. Então tomarás o azeite da unção, e ungirás o tabernáculo, e tudo o que nele; e o santificarás com todos os seus pertences, e será santo.

10. Ungirás também o altar do holocausto, e todos os seus utensílios; e santificarás o altar; e o altar será santíssimo.

11. Então ungirás a pia e a sua base, e a santificarás.

12. Farás também chegar a Arão e a seus filhos à porta da tenda da congregação; e os lavarás com água.

13. E vestirás a Arão as vestes santas, e o ungirás, e o santificarás, para que me administre o sacerdócio.

14. Também farás chegar a seus filhos, e lhes vestirás as túnicas,

15. E os ungirás como ungiste a seu pai, para que me administrem o sacerdócio, e a sua unção lhes será por sacerdócio perpétuo nas suas gerações.

16. E Moisés fez conforme a tudo o que o Senhor lhe ordenou, assim o fez.

17. Assim, no primeiro mês, no ano segundo, ao primeiro dia do mês foi levantado o tabernáculo.

18. Moisés levantou o tabernáculo, e pôs as suas bases, e armou as suas tábuas, e colocou nele os seus varais, e levantou as suas colunas;

19. E estendeu a tenda sobre o tabernáculo, e pôs a cobertura da tenda sobre ela, em cima, como o Senhor ordenara a Moisés.

20. Tomou o testemunho, e pô-lo na arca, e colocou os varais na arca; e pôs o propiciatório em cima da arca.

21. E introduziu a arca no tabernáculo, e pendurou o véu da cobertura, e cobriu a arca do testemunho, como o Senhor ordenara a Moisés.

22. Pôs também a mesa na tenda da congregação, ao lado do tabernáculo, para o norte, fora do véu,

23. E sobre ela pôs em ordem o pão perante o Senhor, como o Senhor ordenara a Moisés.

24. Pôs também na tenda da congregação o candelabro na frente da mesa, ao lado do tabernáculo, para o sul,

25. E acendeu as lâmpadas perante o Senhor, como o Senhor ordenara a Moisés.

26. E pôs o altar de ouro na tenda da congregação, diante do véu,

27. E acendeu sobre ele o incenso de especiarias aromáticas, como o Senhor ordenara a Moisés.

28. Pendurou também a cortina da porta do tabernáculo,

29. E pôs o altar do holocausto à porta do tabernáculo da tenda da congregação, e sobre ele ofereceu holocausto e oferta de alimentos, como o Senhor ordenara a Moisés.

30. Pôs também a pia entre a tenda da congregação e o altar, e nela pôs água para lavar.

31. E Moisés, e Arão e seus filhos nela lavaram as suas mãos e os seus pés.

32. Quando entravam na tenda da congregação, e quando chegavam ao altar, lavavam-se, como o Senhor ordenara a Moisés.

33. Levantou também o pátio ao redor do tabernáculo e do altar, e pendurou a cortina da porta do pátio. Assim Moisés acabou a obra.

34. Então a nuvem cobriu a tenda da congregação, e a glória do Senhor encheu o tabernáculo;

35. De maneira que Moisés não podia entrar na tenda da congregação, porquanto a nuvem permanecia sobre ela, e a glória do Senhor enchia o tabernáculo.

36. Quando, pois, a nuvem se levantava de sobre o tabernáculo, então os filhos de Israel caminhavam em todas as suas jornadas.

37. Se a nuvem, porém, não se levantava, não caminhavam, até ao dia em que ela se levantasse;

38. Porquanto a nuvem do Senhor estava de dia sobre o tabernáculo, e o fogo estava de noite sobre ele, perante os olhos de toda a casa de Israel, em todas as suas jornadas.

João 20

1. E no primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao sepulcro de madrugada, sendo ainda escuro, e viu a pedra tirada do sepulcro.

2. Correu, pois, e foi a Simão Pedro, e ao outro discípulo, a quem Jesus amava, e disse-lhes: Levaram o Senhor do sepulcro, e não sabemos onde o puseram.

3. Então Pedro saiu com o outro discípulo, e foram ao sepulcro.

4. E os dois corriam juntos, mas o outro discípulo correu mais apressadamente do que Pedro, e chegou primeiro ao sepulcro.

5. E, abaixando-se, viu no chão os lençóis; todavia não entrou.

6. Chegou, pois, Simão Pedro, que o seguia, e entrou no sepulcro, e viu no chão os lençóis,

7. E que o lenço, que tinha estado sobre a sua cabeça, não estava com os lençóis, mas enrolado num lugar à parte.

8. Então entrou também o outro discípulo, que chegara primeiro ao sepulcro, e viu, e creu.

9. Porque ainda não sabiam a Escritura, que era necessário que ressuscitasse dentre os mortos.

10. Tornaram, pois, os discípulos para casa.

11. E Maria estava chorando fora, junto ao sepulcro. Estando ela, pois, chorando, abaixou-se para o sepulcro.

12. E viu dois anjos vestidos de branco, assentados onde jazera o corpo de Jesus, um à cabeceira e outro aos pés.

13. E disseram-lhe eles: Mulher, por que choras? Ela lhes disse: Porque levaram o meu Senhor, e não sei onde o puseram.

14. E, tendo dito isto, voltou-se para trás, e viu Jesus em pé, mas não sabia que era Jesus.

15. Disse-lhe Jesus: Mulher, por que choras? Quem buscas? Ela, cuidando que era o hortelão, disse-lhe: Senhor, se tu o levaste, dize-me onde o puseste, e eu o levarei.

16. Disse-lhe Jesus: Maria! Ela, voltandose, disse-lhe: Raboni, que quer dizer: Mestre.

17. Disse-lhe Jesus: Não me detenhas, porque ainda não subi para meu Pai, mas vai para meus irmãos, e dize-lhes que eu subo para meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus.

18. Maria Madalena foi e anunciou aos discípulos que vira o Senhor, e que ele lhe dissera isto.

19. Chegada, pois, a tarde daquele dia, o primeiro da semana, e cerradas as portas onde os discípulos, com medo dos judeus, se tinham ajuntado, chegou Jesus, e pôs-se no meio, e disse-lhes: Paz seja convosco.

20. E, dizendo isto, mostrou-lhes as suas mãos e o lado. De sorte que os discípulos se alegraram, vendo o Senhor.

21. Disse-lhes, pois, Jesus outra vez: Paz seja convosco; assim como o Pai me enviou, também eu vos envio a vós.

22. E, havendo dito isto, assoprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo.

23. Àqueles a quem perdoardes os pecados lhes são perdoados; e àqueles a quem os retiverdes lhes são retidos.

24. Ora, Tomé, um dos doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus.

25. Disseram-lhe, pois, os outros discípulos: Vimos o Senhor. Mas ele disse-lhes: Se eu não vir o sinal dos cravos em suas mãos, e não puser o meu dedo no lugar dos cravos, e não puser a minha mão no seu lado, de maneira nenhuma o crerei.

26. E oito dias depois estavam outra vez os seus discípulos dentro, e com eles Tomé. Chegou Jesus, estando as portas fechadas, e apresentou-se no meio, e disse: Paz seja convosco.

27. Depois disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; e chega a tua mão, e põe-na no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente.

28. E Tomé respondeu, e disse-lhe: Senhor meu, e Deus meu!

29. Disse-lhe Jesus: Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram.

30. Jesus, pois, operou também em presença de seus discípulos muitos outros sinais, que não estão escritos neste livro.

31. Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome.

Provérbios 17

1. é melhor um bocado seco, e com ele a tranqí¼ilidade, do que a casa cheia de iguarias e com desavença.

2. O servo prudente dominará sobre o filho que faz envergonhar; e repartirá a herança entre os irmãos.

3. O crisol é para a prata, e o forno para o ouro; mas o Senhor é quem prova os corações.

4. O ímpio atenta para o lábio iníquo, o mentiroso inclina os ouvidos à língua maligna.

5. O que escarnece do pobre insulta ao seu Criador, o que se alegra da calamidade não ficará impune.

6. A coroa dos velhos são os filhos dos filhos; e a glória dos filhos são seus pais.

7. Não convém ao tolo a fala excelente; quanto menos ao príncipe, o lábio mentiroso.

8. O presente é, aos olhos dos que o recebem, como pedra preciosa; para onde quer que se volte servirá de proveito.

9. Aquele que encobre a transgressão busca a amizade, mas o que revolve o assunto separa os maiores amigos.

10. A repreensão penetra mais profundamente no prudente do que cem açoites no tolo.

11. Na verdade o rebelde não busca senão o mal; afinal, um mensageiro cruel será enviado contra ele.

12. Encontre-se o homem com a ursa roubada dos filhos, mas não com o louco na sua estultícia.

13. Quanto àquele que paga o bem com o mal, não se apartará o mal da sua casa.

14. Como o soltar das águas é o início da contenda, assim, antes que sejas envolvido afasta-te da questão.

15. O que justifica o ímpio, e o que condena o justo, tanto um como o outro são abomináveis ao Senhor.

16. De que serviria o preço na mão do tolo para comprar sabedoria, visto que não tem entendimento?

17. Em todo o tempo ama o amigo e para a hora da angústia nasce o irmão.

18. O homem falto de entendimento compromete-se, ficando por fiador na presença do seu amigo.

19. O que ama a transgressão ama a contenda; o que exalta a sua porta busca a ruína.

20. O perverso de coração jamais achará o bem; e o que tem a língua dobre vem a cair no mal.

21. O que gera um tolo para a sua tristeza o faz; e o pai do insensato não tem alegria.

22. O coração alegre é como o bom remédio, mas o espírito abatido seca até os ossos.

23. O ímpio toma presentes em secreto para perverter as veredas da justiça.

24. No rosto do entendido se vê a sabedoria, mas os olhos do tolo vagam pelas extremidades da terra.

25. O filho insensato é tristeza para seu pai, e amargura para aquela que o deu à luz.

26. Também não é bom punir o justo, nem tampouco ferir aos príncipes por eqí¼idade.

27. O que possui o conhecimento guarda as suas palavras, e o homem de entendimento é de precioso espírito.

28. Até o tolo, quando se cala, é reputado por sábio; e o que cerra os seus lábios é tido por entendido.

O que você aprendeu com a leitura de hoje? Deixe 0 seu comentário.

E não desanime. Continue firme para ler a Bíblia em 1 ano, aqui no Universal.org.

Acompanhe a leitura do 88º dia clicando aqui.

Acompanhe a leitura do 90º dia clicando aqui.

Se você ainda não começou, clique aqui e comece agora, não deixe para amanhã.


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Da Redação 


reportar erro