Notícias | 03.12.2017 - 3:15 am


Leia a Bíblia em 1 ano – 71º dia9 min read

íŠxodo 22, João 2 e Jó 41

“O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento…” Oséias 4.6

Conhecer a Bíblia é muito importante para todos nós, especialmente nos momentos mais difíceis de nossas vidas, pois Deus fala conosco por meio de Sua Palavra. O Espírito Santo nos conduz, nos orienta, e quando passamos por tribulações, Ele nos faz lembrar do que está escrito na Bíblia, de uma Palavra de Deus que nos conforte. Mas só nos lembraremos se tivermos conhecimento Dela.

Por isso, elaboramos um plano para que você leia a Bíblia em 1 ano. Se você ainda não começou, clique aqui e comece agora, não deixe para amanhã. Você verá o quanto isso transformará a sua vida.

Se você já está nesse propósito, acompanhe a leitura de hoje:

íŠxodo 22

1. Se alguém furtar boi ou ovelha, e o degolar ou vender, por um boi pagará cinco bois, e pela ovelha quatro ovelhas.

2. Se o ladrão for achado roubando, e for ferido, e morrer, o que o feriu não será culpado do sangue.

3. Se o sol houver saído sobre ele, o agressor será culpado do sangue; o ladrão fará restituição total; e se não tiver com que pagar, será vendido por seu furto.

4. Se o furto for achado vivo na sua mão, seja boi, ou jumento, ou ovelha, pagará o dobro.

5. Se alguém fizer pastar o seu animal num campo ou numa vinha, e largá-lo para comer no campo de outro, o melhor do seu próprio campo e o melhor da sua própria vinha restituirá.

6. Se irromper um fogo, e pegar nos espinhos, e queimar a meda de trigo, ou a seara, ou o campo, aquele que acendeu o fogo totalmente pagará o queimado.

7. Se alguém der ao seu próximo dinheiro, ou bens, a guardar, e isso for furtado da casa daquele homem, o ladrão, se for achado, pagará o dobro.

8. Se o ladrão não for achado, então o dono da casa será levado diante dos juízes, a ver se não pôs a sua mão nos bens do seu próximo.

9. Sobre todo o negócio fraudulento, sobre boi, sobre jumento, sobre gado miúdo, sobre roupa, sobre toda a coisa perdida, de que alguém disser que é sua, a causa de ambos será levada perante os juízes; aquele a quem condenarem os juízes pagará em dobro ao seu próximo.

10. Se alguém der a seu próximo a guardar um jumento, ou boi, ou ovelha, ou outro animal, e este morrer, ou for dilacerado, ou arrebatado, ninguém o vendo,

11. Então haverá juramento do Senhor entre ambos, de que não pôs a sua mão nos bens do seu próximo; e seu dono o aceitará, e o outro não o restituirá.

12. Mas, se de fato lhe tiver sido furtado, pagá-lo-á ao seu dono.

13. Porém se lhe for dilacerado, trá-lo-á em testemunho disso, e não pagará o dilacerado.

14. E se alguém pedir emprestado a seu próximo algum animal, e for danificado ou morto, não estando presente o seu dono, certamente o pagará.

15. Se o seu dono estava presente, não o pagará; se foi alugado, será pelo seu aluguel.

16. Se alguém enganar alguma virgem, que não for desposada, e se deitar com ela, certamente a dotará e tomará por sua mulher.

17. Se seu pai inteiramente recusar darlha, pagará ele em dinheiro conforme ao dote das virgens.

18. A feiticeira não deixarás viver.

19. Todo aquele que se deitar com animal, certamente morrerá.

20. O que sacrificar aos deuses, e não só ao Senhor, será morto.

21. O estrangeiro não afligirás, nem o oprimirás; pois estrangeiros fostes na terra do Egito.

22. A nenhuma viúva nem órfão afligireis.

23. Se de algum modo os afligires, e eles clamarem a mim, eu certamente ouvirei o seu clamor.

24. E a minha ira se acenderá, e vos matarei à espada; e vossas mulheres ficarão viúvas, e vossos filhos órfãos.

25. Se emprestares dinheiro ao meu povo, ao pobre que está contigo, não te haverás com ele como um usurário; não lhe imporeis usura.

João 2

1. E, ao terceiro dia, fizeram-se umas bodas em Caná da Galiléia; e estava ali a mãe de Jesus.

2. E foi também convidado Jesus e os seus discípulos para as bodas.

3. E, faltando vinho, a mãe de Jesus lhe disse: Não têm vinho.

4. Disse-lhe Jesus: Mulher, que tenho eu contigo? Ainda não é chegada a minha hora.

5. Sua mãe disse aos serventes: Fazei tudo quanto ele vos disser.

6. E estavam ali postas seis talhas de pedra, para as purificações dos judeus, e em cada uma cabiam dois ou três almudes.

7. Disse-lhes Jesus: Enchei de água essas talhas. E encheram-nas até em cima.

8. E disse-lhes: Tirai agora, e levai ao mestre-sala. E levaram.

9. E, logo que o mestre-sala provou a água feita vinho (não sabendo de onde viera, se bem que o sabiam os serventes que tinham tirado a água), chamou o mestre-sala ao esposo,

10. E disse-lhe: Todo o homem põe primeiro o vinho bom e, quando têm bebido bem, então o inferior; mas tu guardaste até agora o bom vinho.

11. Jesus principiou assim os seus sinais em Caná da Galiléia, e manifestou a sua glória; e os seus discípulos creram nele.

12. Depois disto desceu a Cafarnaum, ele, e sua mãe, e seus irmãos, e seus discípulos; e ficaram ali não muitos dias.

13. E estava próxima a páscoa dos judeus, e Jesus subiu a Jerusalém.

14. E achou no templo os que vendiam bois, e ovelhas, e pombos, e os cambiadores assentados.

15. E tendo feito um azorrague de cordéis, lançou todos fora do templo, também os bois e ovelhas; e espalhou o dinheiro dos cambiadores, e derribou as mesas;

16. E disse aos que vendiam pombos: Tirai daqui estes, e não façais da casa de meu Pai casa de venda.

17. E os seus discípulos lembraram-se do que está escrito: O zelo da tua casa me devorou.

18. Responderam, pois, os judeus, e disseram-lhe: Que sinal nos mostras para fazeres isto?

19. Jesus respondeu, e disse-lhes: Derribai este templo, e em três dias o levantarei.

20. Disseram, pois, os judeus: Em quarenta e seis anos foi edificado este templo, e tu o levantarás em três dias?

21. Mas ele falava do templo do seu corpo.

22. Quando, pois, ressuscitou dentre os mortos, os seus discípulos lembraram-se de que lhes dissera isto; e creram na Escritura, e na palavra que Jesus tinha dito.

23. E, estando ele em Jerusalém pela páscoa, durante a festa, muitos, vendo os sinais que fazia, creram no seu nome.

24. Mas o mesmo Jesus não confiava neles, porque a todos conhecia;

25. E não necessitava de que alguém testificasse do homem, porque ele bem sabia o que havia no homem.

Jó 41

1. Poderás tirar com anzol o leviatã, ou ligarás a sua língua com uma corda?

2. Podes pôr um anzol no seu nariz, ou com um gancho furar a sua queixada?

3. Porventura multiplicará as súplicas para contigo, ou brandamente falará?

4. Fará ele aliança contigo, ou o tomarás tu por servo para sempre?

5. Brincarás com ele, como se fora um passarinho, ou o prenderás para tuas meninas?

6. O s teus companheiros farão dele um banquete, ou o repartirão entre os negociantes?

7. Encherás a sua pele de ganchos, ou a sua cabeça com arpões de pescadores?

8. Põe a tua mão sobre ele, lembra-te da peleja, e nunca mais tal intentarás.

9. Eis que é vã a esperança de apanhá-lo; pois não será o homem derrubado só ao vê-lo?

10. Ni nguém há tão atrevido, que a despertá-lo se atreva; quem, pois, é aquele que ousa erguer-se diante de mim?

11. Quem primeiro me deu, para que eu haja de retribuir-lhe? Pois o que está debaixo de todos os céus é meu.

12. Não me calarei a respeito dos seus membros, nem da sua grande força, nem a graça da sua compostura.

13. Quem descobrirá a face da sua roupa? Quem entrará na sua couraça dobrada?

14. Quem abrirá as portas do seu rosto? Pois ao redor dos seus dentes está o terror.

15. A s suas fortes escamas são o seu orgulho, cada uma fechada como com selo apertado.

16. Uma à outra se chega tão perto, que nem o ar passa por entre elas.

17. Umas às outras se ligam; tanto aderem entre si, que não se podem separar.

18. Cada um dos seus espirros faz resplandecer a luz, e os seus olhos são como as pálpebras da alva.

19. Da sua boca saem tochas; faíscas de fogo saltam dela.

20. Das suas narinas procede fumaça, como de uma panela fervente, ou de uma grande caldeira.

21. O seu hálito faz incender os carvões; e da sua boca sai chama.

22. No seu pescoço reside a força; diante dele até a tristeza salta de prazer.

23. Os músculos da sua carne estão pegados entre si; cada um está firme nele, e nenhum se move.

24. O seu coração é firme como uma pedra e firme como a de baixo.

25. Levantando-se ele, tremem os valentes; em razão dos seus abalos se purificam.

26. Se alguém lhe tocar com a espada, essa não poderá penetrar, nem lança, dardo ou flecha.

27. Ele considera o ferro como palha, e o cobre como pau podre.

28. A seta o não fará fugir; as pedras das fundas se lhe tornam em restolho.

29. As pedras atiradas são para ele como arestas, e ri-se do brandir da lança;

30. Debaixo de si tem conchas pontiagudas; estende-se sobre coisas pontiagudas como na lama.

31. As profundezas faz ferver, como uma panela; torna o mar como uma vasilha de ungí¼ento.

32. Após si deixa uma vereda luminosa; parece o abismo tornado em brancura de cãs.

33. Na terra não há coisa que se lhe possa comparar, pois foi feito para estar sem pavor.

34. Ele vê tudo que é alto; é rei sobre todos os filhos da soberba.

O que você aprendeu com a leitura de hoje? Deixe o seu comentário.

E não desanime. Continue firme para ler a Bíblia em 1 ano, aqui no Universal.org.

Acompanhe a leitura do 70º dia clicando aqui.

Acompanhe a leitura do 72º dia clicando aqui.

Se você ainda não começou, clique aqui e comece agora, não deixe para amanhã.


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Da Redação 


reportar erro