Notícias | - 12:05 am


Internautas com mais de 55 anos são alvos fáceis2 min read

Pesquisa indica que poucas pessoas nessa faixa etária se preocupam com a própria segurança ao utilizar celulares e computadores

Internautas com mais de 55 anos são alvos fáceis2 min read

Pessoas com mais de 55 anos de idade são os alvos mais atraentes para criminosos que agem na internet. Quatro em cada dez usuários nessa faixa etária já correram o risco de compartilhar informações financeiras em domínios públicos. Apesar disso, 86% desse grupo ainda não acredita que possa ser alvo de ataques virtuais. Os dados são de uma pesquisa feita pela empresa de segurança digital Kaspersky Lab, que ouviu 12.546 usuários da internet de 21 países, entre eles o Brasil.

O estudo revelou que pessoas que já passaram de 55 anos estão cada vez mais conectadas. Elas usam smartphones e notebooks para pagar contas, fazer compras e se relacionar com amigos em redes sociais. Dentre os internautas dessa faixa etária, 94% enviam e-mails regularmente e 90% fazem compras e usam bancos on-line. Apesar disso, só 49% se preocupam com a proteção no ambiente virtual.

Celular desprotegido

O perigo de golpes on-line pode ser ainda maior por causa da falta de proteção de smartphones. A despreocupação com a segurança no celular atinge todas as faixas etárias. A pesquisa revelou que mais da metade dos dispositivos móveis em todo o mundo corre riscos relacionados a crimes virtuais por causa da falta de proteção adequada. Poucas pessoas têm softwares de segurança e antivírus instalados em smartphones e tablets. Muitos acreditam que a senha no aparelho é suficiente.

Das vítimas de ameaças virtuais, 18% tiveram seus smartphones Android infectados. “Os dispositivos móveis são uma parte importante de nossas vidas. Além de conter informações importantes, eles são a nossa porta de entrada para bancos online, e-mails, compartilhamento de fotos, comunicação com os entes queridos e muito mais. Não proteger esses dispositivos não é uma opção se quisermos proteger o que mais nos interessa”, disse Victor Yablokov, chefe da linha de produtos para dispositivos móveis da Kaspersky Lab.
Confira no boxe ao lado dicas da Kaspersky Lab e do SaferNet Brasil para se proteger de crimes virtuais em celulares e computadores.

Proteja-se

– Instale um antivírus no celular e no computador. Mantenha a versão mais atualizada do sistema operacional de seu celular.

– Troque suas senhas periodicamente e evite compartilhá-las. Não use senhas fáceis, como datas de nascimento.

– Não abra arquivos de remetentes estranhos nem clique em links de sites desconhecidos. Informações polêmicas ou curiosas são usadas por criminosos para atrair vítimas.

– Desconfie de promoções mirabolantes recebidas por e-mail, mensagem de celular (SMS) e mensagens de WhatsApp. Não clique em links nem informe dados pessoais.

– Não envie informações pessoais (como número de cartão de crédito) por mensagens e aplicativos.

– Leia as permissões que um aplicativo terá em seu celular antes de baixá-lo. Alguns podem coletar dados e usá-los indevidamente.


Igreja Universal
  • Por Rê Campbell / Foto: Fotolia 


reportar erro