Notícias | - 3:00 am


Força Jovem em luta contra crimes com facas em Londres2 min read

Voluntários da Universal, na cidade, vão às ruas lutar pelo fim de crimes praticados com armas brancas. Saiba mais

Força Jovem em luta contra crimes com facas em Londres2 min read

No último sábado, 14 de julho, as charmosas ruas de Londres, na Inglaterra, receberam milhares de voluntários da Universal. Vestidos de branco e munidos de cartazes de conscientização, o grupo levava a mesma mensagem: fim aos crimes com facas.

O evento “Life’s Worth Living” ou “Vale a Pena Viver”, em tradução livre, foi uma passeata de iniciativa da Força Jovem Universal do local. Uma forma de lutar contra o tipo de crime que tem crescido assustadoramente na cidade.

Para se ter uma ideia, de novembro a dezembro de 2017, mais de 900 pessoas foram detidas, durante a Operação Noites de Inverno, entre estas pessoas, 278 facas foram apreendidas.

O número, no entanto, continua crescendo. De acordo com últimos dados da cidade, durante o período de 12 meses, mais de 13 mil casos de crimes à faca foram registrados. Uma alta de mais de 30% que faz as autoridades tratarem o assunto como um problema de saúde pública.

Força Jovem em luta contra crimes com facas em Londres

O Bispo Alvaro Lima, responsável pelo trabalho evangelístico em Londres, participou da ação. Ele afirma que ouvir que não há mais solução -como muitos têm ouvido pela cidade-, é como uma motivação para lutar. “Quando ouvimos que não há mais solução e que não há mais nada a ser feito, a respeito de crimes com facas, nós dizemos: Tem sim! E nós vamos fazer. Por isso, realizamos essa marcha”, afirmou.

Em entrevista à BBC News, a voluntária Francia Cabulo afirmou que participar da ação foi uma oportunidade de mostrar que há solução para os crimes que assolam a cidade. “Estou aqui para mostrar à sociedade que vale a pena viver. Eu acho importante mostrar às pessoas que elas não precisam viver suas vidas em meio às dores, pois há uma saída diferente”, disse.

Mesmo diante das estatísticas assustadoras, e de, aparentemente, não haver solução, o Bispo Alvaro garante que, para acabar com os crimes praticados com armas brancas, é necessário também a união de todos. “Esta passeata foi uma ótima experiência. Juntos podemos fazer a diferença e com Deus todas as coisas são possíveis”, finalizou bispo.


reportar erro