Notícias | - 12:30 am


FJU da Argentina promove primeiro “Nocaute às Drogas” no país3 min read

Cerca de 7 mil pessoas compareceram ao Microestádio de Lomas de Zamora, na Grande Buenos Aires. Veja como foi

FJU da Argentina promove primeiro “Nocaute às Drogas” no país3 min read

Segundo dados do Relatório Mundial sobre Drogas, da Organização das Nações Unidas (ONU), divulgados em 2015, cerca de 5% da população mundial entre 15 e 64 anos é usuária de drogas ilícitas. Essa porcentagem equivale a uma média de 243 milhões de pessoas.

Já um levantamento feito em 2013 pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) apontou que só no Brasil existem, ao menos, 28 milhões de pessoas com algum familiar que é dependente químico — 8 milhões são dependentes de maconha, álcool ou cocaína.

Também em 2013, num discurso feito sobre o Dia Internacional contra o Abuso e o Tráfico Ilícito de Drogas (26 de junho), Yury Fedotov, diretor executivo do United Nations Office on Drugs and Crime (Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime – UNODC, na sigla em inglês), disse que apenas uma em cada seis pessoas que fazem uso problemático de drogas tem acesso ao tratamento.

Os vícios podem sim ser combatidos

Pensando exatamente em evitar que esses números continuem crescendo é que a Força Jovem Universal (FJU) da Argentina promoveu o primeiro evento “Nocaute às Drogas” no país, com o principal objetivo de mostrar à juventude o trabalho de inclusão social do grupo, que visa, além da formação de consciência, um novo círculo de amizade, mostrando que há, sim, uma forma de combater os vícios, e a principal arma é crer em Deus.

O evento ocorreu no último dia 14 de janeiro, no Microestadio Del Parque de Lomas de Zamora, na Grande Buenos Aires. Aproximadamente 7 mil pessoas compareceram para acompanhar de perto os atletas que subiram ao ringue para nocautear as drogas.

Ao todo foram dez lutadores amadores – nove deles fazem parte do FJU – e mais seis boxeadores profissionais, sendo que dois deles também fazem parte do grupo. Houve também participantes nas lutas de taekwondo e jiu-jitsu. Apresentações musicais, de teatro e dança complementaram o show.

Para o idealizador do evento e também responsável pelo FJU na Argentina, pastor Hugo Elblaus, realizar ações como essa para ajudar as pessoas a se livrarem dos vícios é muito importante. “O fator definitivo para o desenvolvimento da Força Jovem está em trabalhar com a ativação de todos os projetos do FJU.

Isso ajudou a abrir a visão dos jovens e também a quebrar muitos paradigmas, assim encontramos muitos talentos. Os projetos se tornaram um meio de evangelização de jovens, assim como de retenção deles conosco (no FJU), podendo, dessa forma, trabalhar o desenvolvimento espiritual de cada um.”

O pastor acrescentou ainda que a luta contra as drogas na Argentina é difícil, porque muitos não consideram o consumo de maconha um vício. “Contudo, com o trabalho de conscientização do FJU, muitos jovens reconhecem que precisam ser libertos do vício e são direcionados ao tratamento para a Cura dos Vícios. No FJU, estamos trabalhando a restauração de valores, fazendo com que eles encontrem o verdadeiro sentido de suas vidas”, relatou.

Se você também deseja fazer parte do FJU, clique aqui e conheça mais sobre o trabalho realizado por esses jovens. Ou procure uma Universal mais próxima de sua casa – veja aqui o endereço.

Veja na galeria abaixo mais fotos do evento:


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Sabrina Marques / Fotos: Cedidas 


reportar erro