Notícias | - 3:05 am


“Deixei de ser amante e aprendi a me amar”2 min read

Conheça a história de Giselda e Odnei. Ela venceu a carência; ele, os traumas do divórcio

“Deixei de ser amante e aprendi a me amar”2 min read

Em 2014, Odnei Oliveira Nogueira (foto ao lado), de 35 anos, operador de gravação, viveu um dos piores dias de sua vida. Segundo ele, naquele ano, sua ex-companheira decidiu terminar o relacionamento de forma repentina. “Estivemos juntos por nove anos, então não soube lidar com a separação. Fiquei arrasado, depressivo e sem saber o que fazer. Pensei que ficaríamos juntos a vida toda”, lembra.

Nessa mesma época, Giselda dos Santos Alfaia Oliveira (foto ao lado), de 26 anos, técnica em administração, procurava, em vários relacionamentos, encontrar o amor verdadeiro. “Era muito carente e só me frustrava com os homens. Cheguei ao ponto de ser amante de um deles. Mas meu pior pesadelo aconteceu ao lado de um rapaz que me agredia verbalmente. E o pior: na minha cabeça, se ele me deixasse, eu morreria, não tinha um pingo de autoestima. Deixei até de me arrumar”, conta Giselda.

A cura antes do encontro

Meses depois da separação, Odnei ficou sabendo de uma palestra especial para quem desejava vencer na vida amorosa. O convite veio por meio do programa de rádio A Escola do Amor Responde, transmitido diariamente pela Rede Aleluia.“Decidi conhecer, pois estava me sentindo incapaz por causa do divórcio e precisava de uma orientação. Foi lá que aprendi como superar aquela perda”, diz.

Giselda também foi convidada para participar e percebeu a importância das palestras para sua vida. “Uma amiga, vendo meu sofrimento, disse que se eu participasse saberia o que fazer para mudar aquela situação. No começo tive vergonha, mas depois aceitei frequentar. Aos poucos, palestra após palestra, fui me libertando dos problemas causados pelos relacionamentos frustrados, deixei de ser amante e aprendi a me amar”, afirma.

O casamento

Odnei e Giselda se conheceram na “Terapia do Amor”, em fevereiro de 2015. “Trocávamos olhares, só depois de alguns meses começamos a conversar e decidimos namorar. Namoramos e depois ficamos noivos durante um ano. Nos casamos em dezembro de 2016, na Universal da cidade de Macapá”, diz Giselda.

Casados há cinco meses, eles contam que seguem participando das palestras. “A cada quinta-feira aprendemos ferramentas novas que nos auxiliam tanto nessa fase de adaptação como para blindar nosso casamento de futuros problemas. Hoje posso dizer que encontrei a verdadeira felicidade amorosa”, conclui Odnei.

Para saber mais como resolver os problemas da vida amorosa, participe das palestras da Terapia do Amor, todas às quintas-feiras, em uma Universal mais próxima de você. A cada palestra, casais, noivos, namorados e solteiros aprendem sobre o amor inteligente e como desenvolver o relacionamento a dois.


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Ana Carolina Cury / Foto: Arquivo Pessoal 


reportar erro