Notícias | - 12:30 am


“Caravana da Cura dos Vícios” na Ásia2 min read

Filipinas e Japão receberam a palestra, ministrada pelo bispo Rogério Formigoni

“Caravana da Cura dos Vícios” na Ásia2 min read

A “Caravana da Cura dos Vícios” já passou por vários continentes e, em outubro passado, voltou à Ásia para ajudar os que são escravos desse mal.

Nas Filipinas (à esq.), o evento – denominado em inglês “Addiction Cleansing Therapy” –, comandado pelo bispo Rogério Formigoni, aconteceu no dia 27 de outubro e reuniu 3 mil pessoas. Atualmente o país vive uma guerra contra as drogas, declarada pelo presidente recém-eleito, Rodrigo Duterte. Para ele, o problema deve ser parado a qualquer custo. Com a forte e violenta ação da polícia, cerca de 33 pessoas são mortas por dia no país (entre traficantes e usuários).

Já o Japão enfrenta um sério problema com o vício em jogos. Um levantamento do Governo afirma que existem mais de 4,6 milhões de máquinas de jogos de azar no país, número que representa 60% de todas as máquinas no mundo. Para ajudar os que querem vencer esse e outros vícios foi que a Terra do Sol Nascente recebeu, pela segunda vez, a caravana. Dessa vez ela aconteceu em Tóquio, no dia 30 de outubro, e reuniu 1.630 pessoas.

Veja abaixo o vídeo desse grande dia:

18 horas consecutivas jogando

Pessoas saíram de várias províncias para chegar ao Bellesalle Shinjuku Grand Hall e buscar a própria libertação ou a de algum familiar. Foi o caso de Sidney e da esposa dele, Melina, que foram com os filhos, Gabriel e Beatriz. Eles moram na cidade de Komaki, na província japonesa de Aichi, e levaram mais de 4 horas na estrada para participar do tratamento. “Estou aqui pela primeira vez e a maneira como a palestra foi conduzida prendeu a minha atenção. Valeu a pena viajar por mais de 4 horas com a minha família. O que vi aqui foi algo fora do comum. Algo bom, que vai acrescentar em minha vida”, declarou Sidney.

15 anos no vício

Durante a reunião, a jovem Miyuki (foto ao lado) contou a sua história. Ela teve o seu primeiro contato com os jogos eletrônicos aos 5 anos de idade e, inicialmente, não achava que o fato de ficar horas jogando no game portátil era um vício. Ela pensava que era apenas um passatempo. Porém, aos poucos ela foi se distanciando da família, faltava às aulas e até deixava de dormir para jogar – já passou 18 horas consecutivas jogando. Após mais de 15 anos dependente, chegou à Universal, em 2015. Um ano depois, ela afirma que está completamente livre dos pensamentos que a mantinham presa aos jogos.

A reunião da Cura dos Vícios acontece todos os domingos, nos templos da Universal. Clique aqui para buscar o endereço mais próximo da sua casa e participe – informe-se sobre os horários.


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Rafaella Rizzo / Fotos: Cedidas 


reportar erro