Notícias | 04.09.2017 - 3:05 am


A verdade sobre o Espírito Santo que você precisa saber5 min read

Não basta falar em línguas, é preciso reunir algumas características especiais para receber essa dádiva

A Bíblia é clara quando diz que a era atual vive a terceira fase da Santíssima Trindade. A primeira foi quando Deus se comunicava com o povo por meio de profetas, como Abraão, Moisés, entre outros. A segunda ocorreu quando Ele enviou o próprio filho, Jesus Cristo, para andar no meio de todos. Agora, a terceira é a época do Espírito Santo: o espírito dEle na Terra, que pode habitar dentro de cada um.

O que significa ter o Espírito Santo dentro de si? Para o bispo Sérgio dos Santos Corrêa significa ter o selo de Deus, a maior dádiva que Ele oferece para o Seu povo. “O Espírito Santo é o maior presente e, ao mesmo tempo, o complemento da obra de transformação em um ser humano que se entrega de corpo, alma e espírito ao Senhor Jesus. É a promessa dEle sendo cumprida, pois ele afirmou em João 14:16-17: ‘e eu rogarei ao pai, e ele vos dará outro consolador, para que fique convosco para sempre; o espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós.’”

Quando Jesus afirma que o mundo não pode recebê-Lo, Ele deixa claro que não é qualquer pessoa que pode ter o Espírito Santo. “Somente os que se entregam de todo coração a Ele, se arrependem de seus pecados sinceramente, se batizam nas águas e passam a levar uma vida em obediência total à sua Santa Palavra”, esclarece o bispo Sérgio.

O que muda?

José Carlos Ferreira Lima (foto ao lado), de 36 anos, garçom, conta que, antes de conhecer o Espírito Santo, desenvolveu muitos problemas emocionais. “Fizeram um trabalho de bruxaria para nossa família e tudo começou a dar errado na minha vida e na de minha irmã: o casamento dela acabou e eu tive depressão”, lembra.

José se tornou uma pessoa angustiada e solitária. “Eu acreditei que aquele trabalho seria nosso fim. Achava que nada daria certo, que nunca iria conseguir atingir meus objetivos, era horrível.”

Em 2005, a irmã de José passou a frequentar a Universal e insistiu para que ele fosse com ela. “Vi as mudanças na vida dela, então, aceitei o convite. Lembro até hoje. Era uma tarde de domingo e eu tive uma experiência maravilhosa. Um ano depois, decidi me batizar nas águas e tive meu encontro com Deus. Pouco tempo depois conheci minha atual esposa”, afirma.

A confirmação

José conta que demorou alguns anos para receber a confirmação do batismo com o Espírito Santo. “Passei por vários problemas no casamento e isso me distanciou do foco. Eu estava preso às situações, não conseguia desapegar”, diz.

Ele decidiu, há dois anos, direcionar toda a vida a Deus. “Me recordo que a igreja estava cheia naquele dia, mas era como se estivessem ali apenas eu e Deus. Nunca me esquecerei daquele momento. Senti uma paz, um gozo na alma e nada nem ninguém tirava a certeza do meu batismo com o Espírito Santo”, revela.

Depois daquele dia, José entendeu a importância de ajudar outras pessoas que ainda não são batizadas. “Era muito ansioso, angustiado. Hoje, apesar das dificuldades, tenho paz e discernimento. E, mesmo com a correria, busco evangelizar e ser ativo nos grupos da Universal para ganhar muitas almas”, conclui.

Os dons do Espírito

É comum ver nas igrejas pessoas que dizem ter o Espírito Santo gritando ou pulando, mas não são essas as características que definem uma pessoa selada. “O exterior pode estar igual, mas o interior da pessoa é tomado por uma paz profunda, domínio próprio. Isso porque o buraco que havia em sua alma foi preenchido. Nasce, também, uma paixão pelas pessoas sofridas, no sentido de ajudá-las e fazê-las conhecer o Espírito de Deus”, acrescenta o bispo.

Ele diz que isso aconteceu com ele em novembro de 1984, quando participou de uma concentração de fé no Estádio do Maracanãzinho. “Vivi cada minuto que antecedia esse grande encontro mais do que uma noiva que se prepara para o casamento.”

O bispo Sérgio diz que foi naquela tarde que recebeu o Espírito Santo. “Senti alegria, o gozo, a paz, um fogo que não era fogo, era um calor e, ao mesmo tempo, um refrigério em minha alma. Isso fez com que eu, conscientemente, percebesse que o Altíssimo estava me selando com seu Santo Espírito”, recorda.

Mas, afinal, qual segredo para receber o Espírito? “Façam como eu. Aos 20 anos, eu jogava futebol profissional e tinha o desejo de vencer na profissão, ser rico e famoso. Quando ouvi falar da importância do Espírito Santo, entendi que não valia a pena ser vencedor sem a presença dEle. Deixei meus objetivos pessoais em segundo plano e parti para conhecer o meu primeiro amor: Jesus”, completa.

Saiba mais sobre esse e outros assuntos espirituais na Noite da Salvação, que acontece todas as quartas-feiras, na Universal. Clique aqui para consultar o endereço de uma igreja mais perto de você. Ou converse agora mesmo com um Pastor Online.

 


Universal.org - Portal Oficial da Igreja Universal do Reino de Deus
  • Por Ana Carolina Cury / Fotos: Demetrio Koch e Reprodução 


reportar erro